Justiça decreta suspensão de propaganda da reforma da Previdência

A Justiça decretou a suspensão das campanhas publicitárias utilizadas pelo governo de Michel Temer para convencer a população a apoiar a reforma da Previdência. De acordo com informações da coluna Painel, publicada neste domingo (18), na Folha de S. Paulo, o Planalto foi avisado da proibição poucas horas após anunciar a intervenção federal na segurança pública no Rio de Janeiro. Ainda segundo a coluna “ninguém levantou uma sobrancelha”, porque, como a intervenção já impediria a votação de emendas à Constituição, o governo já planejava cessar as propagandas.