Um homem foi  preso pela Polícia Militar de Canudos neste domingo 12, acusado de tentar estuprar uma criança de apenas 03 anos (três anos de idade), na localidade denominada Favelinha, periferia de Canudos. De acordo com a polícia, o estuprador foi flagrado sem roupa em cima da menor de iniciais V.M.R., seminua com a veste íntima nos joelhos. Vítima é vizinha do autor. O acusado identificado por JOSIAN CAMPOS DA SILVA, 30 anos, residente a rua Almerindo Reis,  foi flagrado pelo pai da criança e outros parentes que chegaram no exato momento em que o elemento iria praticar o ato, porém foi contido mas conseguiu evadir.

 

A PM foi informada por volta das 17:40hs e diante das informações rondas foram realizadas no sentido de localizar o autor em casa de parentes, sendo localizado no canal do Jorrinho, sem esboçar reação diante da abordagem, onde o autor, vítima e seus genitores, além de duas testemunhas que também presenciaram o fato foram conduzidos à 25a COORPIN/Euclides da Cunha para adoção de medidas legais que o caso requer, gerando ocorrência nº: 17/02928!

5ºBPM/5ºCIA CANUDOS / Quartel em Canudos 12 de novembro de 2017

  1. Sendo totalmente imparcial quanto a situação, devo salientar que conforme a própria reportagem. Não foi consumado o estupro, sendo assim, tentativa de estupro. Ao intitular o artigo o veículo de comunicação comete um equívoco em relação ao acontecimento.

    1. Nobre LUCAS MACEDO. Veja bem, não há em momento algum no título da matéria, tampouco do veículo de informação a intensão de julgar alguém. O nosso papel no caso é publicizar o que nos foi remetido conforme texto a seguir : 5ºBPM/5ºCIA CANUDOS

      Ocorrência de estupro de vulnerável

      Por volta das 17:40hs da tarde de hoje(12/11/2017), fomos informados via ALFA-14 funcional de ocorrência de estupro de vulnerável na localidade denominada Favelinha, periferia desta, onde elemento de nome JOSIAN CAMPOS DA SILVA, 30 anos, residente a rua Almerindo Reis, s/n, foi flagrado sem roupa em cima da menor de iniciais V.M.R., 03 anos, seminua com a veste íntima nos joelhos, vizinha do autor. O pai da criança e outros parentes chegaram no exato momento em que o elemento iria praticar o ato, porém foi contido mas conseguiu evadir.
      Diante das informações rondas foram realizadas no sentido de localizar o autor em casa de parentes, sendo localizado no canal do Jorrinho, sem esboçar reação diante da abordagem, onde o autor, vítima e seus genitores, além de duas testemunhas que também presenciaram o fato foram conduzidos à 25a COORPIN/Euclides da Cunha para adoção de medidas legais que o caso requer, gerando ocorrência nº: 17/02928!

      Quartel em Canudos 12 de novembro de 2017.
      🌵👊🏽🚔

      Quanto a imparcialidade e juizo de valor sobre o acontecimento o que o sr tem a dizer mesmo nao tendo sido consumado o fato? Qual a sua avaliação, sr LUCAS MACEDO?
      Presumo que não equívoco neste, nem com os Doutores da lei que o mesmo redigiram release com tal título e de que forma o mesmo foi preso, sabendo que, “Delito previsto no artigo 217-A do Código Penal. São elementos objetivos do tipo: “ter” (conseguir, alcançar) conjunção carnal (cópula entre pênis e vagina) ou “praticar” (realizar, executar) outro ato libidinoso (qualquer ação que objetive prazer sexual) com menor de 14 anos….
      O núcleo do tipo penal está representado pelo verbo constranger (compelir, coagir, obrigar, forçar), tendo como objeto material qualquer pessoa (alguém), e as seguintes finalidades: (1) ter conjunção carnal; (2) praticar outro ato libidinoso; (3) permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso.

      Enfim, como o sr avalia? Quanto a imparcialidade e juízo de valor sobre o acontecimento o que o sr tem a dizer mesmo não tendo sido consumado o fato? Qual a sua avaliação, sr LUCAS MACEDO?

Responder

Captcha Captcha Reload