Assaltantes de bancos morrem em confronto com a polícia em Lagoa Grande

Dois integrantes de uma quadrilha de assaltos a bancos e carros-fortes na região morreram em confronto com policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado na Caatinga (CIPE-Caatinga), na madrugada desta quarta-feira (8). Os bandidos transitavam num veículo e foram interceptados na PE-555, em Lagoa Grande (PE), no Sertão do São Francisco. Durante a troca de tiros, […]

Dois integrantes de uma quadrilha de assaltos a bancos e carros-fortes na região morreram em confronto com policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado na Caatinga (CIPE-Caatinga), na madrugada desta quarta-feira (8).

Os bandidos transitavam num veículo e foram interceptados na PE-555, em Lagoa Grande (PE), no Sertão do São Francisco. Durante a troca de tiros, três homens conseguiram fugir. Entre as ações do grupo, está o assalto ao Banco do Brasil da cidade de Pindobaçu, no norte baiano, ocorrido na madrugada do último dia 3.

Além do veículo, foram apreendidas três armas de fogo, dentre elas um fuzil. Morreram no confronto Roberto Nunes de Souza e Welson Inocêncio da Silva Souza. A quadrilha vinha sendo monitorada pela Polícia Federal (PF) e a operação contou também com a participação da Ciosac, equipe da Polícia Militar pernambucana.

Continuação da ocorrência

Já na manhã desta quarta-feira, durante continuação das diligências, os policiais encontraram na casa de Roberto e Welson, nos municípios de Juazeiro e Petrolina, ‘bananas’ de dinamite, além de uma caixa com miguelitos – itens utilizados para bloqueio de estradas. Todo o material foi encaminhado à Delegacia da PF.

Essa quadrilha estava dando muito trabalho não só à polícia baiana, como as de outros estados do nordeste. Em contato com os colegas vizinhos temos notícias de ações criminosas em Alagoas e Sergipe, entre outros estados“, afirmou o comandante da Cipe-Caatinga, major Wildon Reis.  Policiais do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior de Pernambuco (BEPI) também participaram da ação.

Denúncias

O Major Wildon disse ainda que as diligências continuam na busca pelos demais integrantes do bando interestadual e que a população pode ajudar com informações através do Disque-Denúncia 181 ou via Whatsapp, pelo número (74) 99904-0002. (foto/divulgação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha Captcha Reload