Radialista consulta amigos e analisa possibilidade de ser candidato a vereador

O competente radialista Adailton Santana avalia a possibilidade de enfrentar as urnas nas eleições municipais de 2016, em Uauá- Ba. Ele pode, pela primeira vez, ser candidato a vereador. A princípio, Adailton quer ouvir familiares e amigos sobre o projeto.Ao Portal Uauá, o comunicador, que mora  em Uauá e iniciou os trabalhos de radialista na […]

O competente radialista Adailton Santana avalia a possibilidade de enfrentar as urnas nas eleições municipais de 2016, em Uauá- Ba. Ele pode, pela primeira vez, ser candidato a vereador. A princípio, Adailton quer ouvir familiares e amigos sobre o projeto.

Ao Portal Uauá, o comunicador, que mora  em Uauá e iniciou os trabalhos de radialista na mesma cidade, e passou por outras rádios do interior da Bahia, como Monte Santo, Casa Nova e Juazeiro,  regressando a capital do bode há um ano, informou que recebeu convite para se filiar a várias agremiações partidárias, que é o começo para disputar o pleito eleitoral, mas que está analisando todas as propostas recebidas.

Para ele, atualmente a política está desacreditada. “Assim como eu, creio que muitos já se perguntaram: por que temos que engolir certas candidaturas a cargos públicos? Muitas dessas pessoas se ‘acham’ capazes de representar alguém, algumas sem o mínimo censo do ridículo, e somente em época de eleição querem que as pessoas as aceitem como candidatos. Talvez esse seja um dos muitos motivos que a política está tão banalizada e em total descrédito”, analisa.

Em Casa Nova, Adailton Santana já contribuiu na campanha de êxito do atual gestor, Wilson Cota, e, por uma ano, assessorou a gestão, e participando efetivamente da vida cotidiana da política, cita como um dos  fatos que o motivou a pensar na possibilidade da disputa eleitoral. “Compreendo a complexidade de uma eleição, afinal estou envolvido nos bastidores não é de hoje. Entendo perfeitamente que nós estamos enojados da política mesquinha e mentirosa que muita gente insiste em enfiar goela a baixo da sociedade, porém acredito que é chegado o momento de tentar mostrar que temos condições de mudar esse quadro”, pondera.

Texto: Carlos Olímpio  – uaua.com.br
 Foto: Arquivo pessoal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *