Portal Uauá
Uauá site da cidade

Vereador Deusdete Ferreira Gugu gestão e mostra sensibilidade à família que sofreu horas antes de ter bebê.

Na última Sessão da Câmara de vereadores de Uauá, realizada na quarta-feira (19), o vereador Deusdete Ferreira (Gugu), PCdoB, Uauá, ao fazer o uso da palavra, na Tribuna do Plenário Pedro Ferreira Sobrinho, que ao mesmo tempo era transmitida ao vivo pela Rádio Luz do Sertão FM e na página da Câmara no Facebook fez várias críticas a atual gestão e denunciou situação de atendimento a uma paciente no Hospital Municipal.
 
O Vereador Deusdete Ferreira (Gugu) iniciou parabenizando a todos os técnicos de enfermagem que é celebrado anualmente em 20 de maio. Homenageando todos os profissionais que se dedicam a cuidar da saúde das pessoas, auxiliando os demais profissionais do ramo, como os médicos e enfermeiros, saudando esses guerreiros da saúde, pedindo proteção de Nossa Senhora Auxiliadora padroeira do Colégio Estadual Nossa Senhora Auxiliadora – CENSA, que no próximo dia 24 de maio, segunda, comemora também o aniversário desta instituição de ensino de 57 anos de histórias e conquistas.
 
Depois faz grave denúncia ocorrido no Hospital Municipal Dr. Jair Braga na cidade de Uauá, onde uma jovem foi tratada de forma desumana por médica.
 
O Vereador Gugu relatou o caso ocorrido no Hospital Municipal Dr. Jair Braga, que foi repassado para a comunidade pelo Senhor Milton Barros, nas redes sociais, onde detalhadamente colocou a situação que a sua esposa Jaine Cardoso, passou. 
“A sua esposa grávida deu entrada no Hospital em 14 de maio, sexta-feira por voltas das 17 hs, para dar luz ao seu filho. Só que como diz o esposo de Jaine começou um “filme de terror”, ela com a bolsa já estourada, em trabalho de parto, e informada pela equipe do hospital que tinha passagem para realizar o parto normal. Só que a paciente passou a noite toda aguardando o parto, e o dia amanheceu e nada da criança ter nascido, a paciente passou a noite sofrendo com as dores de parto, tentando fazer o parto e não dava passagem, a mãe gritando de dores sofria com a médica tentando fazer o parto, ela implorando com dores que não tinha condição de ter parto normal, só a partir das 09 hs que quando trocou o plantão médico, foi que solicitou a regulação. O que a família relata é os maus tratos / “tortura”, que a paciente passou durante a noite, onde a médica tentou o parto que não tinha condição de ser realizado normal”. Disse. 
 
O Vereador Gugu, cobrou da Secretaria Municipal de Saúde, que seja feito investigação do caso para apurar os fatos, e que já tem conhecimento que o Conselho Municipal de Saúde, também já solicitou sindicância.
 
Diante do acontecido o vereador perguntou aos demais colegas se é essa a saúde que os vereadores da base vêm dizer que é a melhor. “Que não é para eu fazer cobranças, se é pra se calar diante dessa situação!?”, perguntou Gugu.
 
O Vereador Gugu continuou fazendo as cobranças que já foram feitas em outras sessões através dos seus requerimentos para Secretaria de Saúde, a respeito da falta de médico nos PSFs, que retornem o funcionamento o mais breve possível do Programa Saúde Bucal com o atendimento dos dentistas como também o atendimento da Clínica de fisioterapia que a população está precisando de fisioterapeutas, e que ainda nessa questão ressaltou da falta dos medicamentos na farmácia básica que não tem para diabetes e colesterol.
 
Relatou os dados da vacinação contra COVID-19 em Uauá, que já recebemos 6.955 doses, vacinamos 5.868, que representa 84,4%, temos em estoque 1.087 vacinas que representam mais de 15% das vacinas recebidas (atualizado em 18.05.21 às 11:00), colocando que estamos com esse grande número de vacinas em estoque porque não tem médico nos PSFs para dar relatório para o pessoal que tem comorbidades, e que isso pode atrapalhar o município no recebimento de novas doses e assim passar para a nova faixa etária para vacinação.
 
Quanto as medidas para combater o coronavirus, destacou que, ontem (18.05.21), teve novo decreto onde suspende o funcionamento de bares, quiosques e distribuidora de bebidas, mudança do retorno da feira para Praça São João Batista, devido ao aumento de casos, onde até mesmo dentro da prefeitura foi constatado casos, e a prefeitura fechou na sexta, devido contaminação e no outro dia, sábado todos estavam em eventos no Bairro de Mãe Rainha, entrando em contradição relacionada a contaminação.
 
Para concluir sua fala relatou que finalmente começou a entrega dos KIT DA MERENDA ESCOLAR EM CASA, as famílias dos alunos da rede municipal de ensino, passaram cinco meses para organizar o processo, que segundo informações estavam fazendo tudo conforme a legislação. Mais infelizmente, não é o kit que tanto prometeram e disseram que tinha condições de distribuir e não apareceu no kit os alimentos prometidos, como dizia que tinha miojo, extrato de tomate, sardinha, macarrão e os famosos 05 kg de frangos. 
 
Ainda na sua explanação o Vereador Gugu relatou sobre o ‘show pirotécnico’ na entrega dos Kits da Merenda Escolar no último sábado, porque diante do que estamos vivendo nesse tempo de Pandemia da COVID-19. 
 
Destacou que ficou surpreso quanto o ofício do Conselho de Alimentação Escolar – CAE que colocou nas redes sociais denunciando que o órgão a instância de controle e acompanhamento, o CAE, não acompanhou o processo da escolha dos alimentos, do processo de licitação, da quantidade, armazenamento e da sua distribuição. Que o Decreto de nomeação dos membros do CAE foi publicado na sexta dia 14 de maio e no sábado começou a distribuição. 
 
Que transparência é essa!!    
 
Que organização dentro da legislação foi essa!!
 
Não irei me calar diante dessas atrocidades. O povo de Uauá merece respeito!
 
Ascom /Deusdete Ferreira / Gugu

Confira o vídeo do discurso

https://www.facebook.com/deusdete.ferreira.96/videos/10159391951189820
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceito Leia mais

Privacidade& Política de Cookies