Portal Uauá
Uauá site da cidade

“Vão derrubar a economia para fazer política”, diz Guedes

- Anúncios-

© Reprodução/YouTubeGuedes em entrevista à Rádio Jovem Pan

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta 4ª feira (15.set.202) que “vão derrubar a economia para fazer política”. A declaração ocorre um dia depois de instituições financeiras reduzirem a projeção para o PIB (Produto Interno Bruto) de 2022, algumas para menos de 1%, a exemplo do Itaú.

Guedes criticou os “negacionistas, oposicionistas e negativistas” em entrevista à Rádio Jovem Pan. Ele disse que a perspectiva para o PIB de 2022 está “em aberto” e “só depende de nós”, mas falou que o crescimento econômico será o “eixo do ataque” a partir de agora.

“A perspectiva para o ano que vem está em aberto. Está cheio de gente prevendo que vai ser 1%, vai ser 2%. […] Da mesma forma que subiram em cadáveres para fazer política [na pandemia de covid-19], agora vão derrubar a economia para fazer política. Vão dizer que a economia caiu, que não vai crescer mais, que parou”, afirmou.

Na avaliação de Guedes, a economia brasileira “voltou em V” após o baque sofrido na pandemia de covid-19. O PIB do Brasil caiu 4,1% em 2020, depois subiu 1,2% no 1º trimestre de 2021 e recuou 0,1% no 2º trimestre de 2021.

A Secretaria de Política Econômica prevê uma alta de 5,3% do PIB em 2021 e de 2,5% em 2022, mas revisará essas projeções nesta 5ª feira (16.set.2021). Já o mercado financeiro estima um crescimento econômico de 5,04% em 2021 e de 1,72% em 2022, segundo o Boletim Focus.

O ministro disse que o país tem o desafio de transformar a recuperação cíclica em um crescimento sustentável. Indicou que isso pode ser feito com a manutenção da responsabilidade fiscal e com a criação de um novo Bolsa Família dentro do teto de gastos.

Guedes também afirmou que a inflação está no “pior momento”,  mas deve descer e fechar o ano que vem perto de 4%. A meta de inflação de 2022 é de 3,5%.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceito Leia mais

Privacidade& Política de Cookies