Portal Uauá
Uauá site da cidade

Uauá em luto: Morre Bibiana M. Moura, popular Iaiazinha

- Anúncios-

Morreu, neste domingo (22/08), Bibiana Mendes Moura, popularmente conhecida por Iaiazinha.

O velório está acontecendo em sua residência, na praça São João Batista e o sepultamento será realizado às 11h00min, no cemitério local.

Nasceu em 02 de dezembro de 1931. Filha de Plácida Ribeiro da Silva e Oscar Mendes da Silva; Neta de Salomão Dias Ribeiro e Saturnina Maria de Jesus.

Irmãos: Dizinha, Júlio Mendes, Joao, Mariinha, Jose, Nazinha, Augusta (mãe de Heloisa).

Casou com Jose Dantas Moura (Zé Dantinha) e teve três filhos: Robson Luiz, Rosa Verbenia e Eliene Ferreira. Netas: Verena, Rebeca (filhas de Rosa Verbenia); Paula e Clara (Eliene).

Bibiana ou Iaiazinha como é mais conhecida na cidade, é uma grande mulher; corajosa nas suas trajetórias cheias de atalhos e esconderijos, vaidosa – quer estar bonita e bem arrumada; cuidar da pele, das unhas e do cabelo estava presente na sua rotina, o que conciliava com seu papel de mãe exemplar, cidadã e funcionaria publica. Acompanhou sem dificuldades as mudanças sociais ocorridas na sociedade, desde a moda ao empreendedorismo e se adaptou muito bem a vida moderna.

Trabalhou no Posto Medico e depois ingressou na Fundação SESP – Hospital Municipal de Uauá. Uma excelente profissional, competente, carinhosa, determinada e de pulso firme. Servidora pública que soube exercer, eficientemente o seu trabalho, embora não tivesse cursado faculdades de Medicina ou enfermagem; atendia a todos com dedicação e muitos a tratavam, carinhosamente, como “doutora”, tal a confiança que nela depositavam e a quem muitas vezes mães de família recorriam quando os filhos adoeciam ou qualquer pessoa que precisasse de auxilio medico, haja vista que naquela época nem sempre dispunha de médicos efetivos na cidade.

Sempre presente na vida de todos; em alguns momentos como tia, irmã, enfermeira, vizinha, crista, doutora e empresaria.


Não se tem conta do numero de seus afilhados. Prova de reconhecimento de seu valor e gratidão.

Depois que se aposentou, comprou um imóvel da Praça Ademar Guimaraes e montou uma farmácia com o nome de Santo Antônio. Nesse período, ela encarou e viveu grandes desafios, alguns emocionalmente fortes, como a perda de seu filho. Isso abalou a sua maturidade, fragilizando-a e impossibilitando uma melhor interação no convívio familiar, não por forca da idade, mas pela saúde debilitada; As respostas são muito lentas aos estímulos, embora sempre fazendo acompanhamento médico.

Hoje ela mora com sua filha Rosa Verbenia, em Euclides da Cunha, que amorosamente divide as atividades e os cuidados com sua irmã, Eliene.

Ela é uma pessoa muito amada por todos e sem duvidas, um presente de Deus para as famílias uauaenses.

Sua vida inspira e motiva outras mulheres, tanto pessoal como profissionalmente. Fato reconhecido pela Liga Uauaense das Mulheres em Ações Sociais – LUMAS, que lhe rendeu um prêmio como mulher empreendedora, num evento realizado em 22 de março de 2012, na Câmara Municipal local.

Rita de Cassia Ribeiro de Carvalho Duran
Salvador, 8/12/2019

Hoje: 22/08/2021 – Os anjos de luz vieram lhe buscar. Va’ em paz!!! 

*02/12/1931

+22/08/2021

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceito Leia mais

Privacidade& Política de Cookies