Portal Uauá
Uauá site da cidade

Sonda chinesa já chegou à órbita do planeta Marte

- Anúncios-

Sonda chinesa já chegou à órbita do planeta Marte

A sonda Tianwen já conseguiu estabelecer uma órbita em redor de Marte
A sonda Tianwen já conseguiu estabelecer uma órbita em redor de Marte Foto: CNSA/DR

A sonda chinesa Tianwen-1 chegou esta quarta-feira, como previsto, à órbita de Marte. Termina assim com sucesso a primeira etapa no plano chinês de levar um pequeno veiculo robótico móvel (rover) até à superfície do planeta.A sonda foi lançada em julho passado a partir da ilha de Hainan e “entrou com sucesso em órbita de Marte”, indicou a agência de notícias oficial Xinhua.
A Tianwen já enviou a primeira foto de Marte, quando se encontrava a uma distância de cerca de 2,2 milhões de quilômetros do planeta.
A foto foi disponibilizada pela agência espacial chinesa CSNA, que revela uma imagem a preto e branco do planeta vermelho.
Na pagina da agência pode ler-se: “Às 20 horas de 5 de fevereiro de 2021, o motor da primeira missão de exploração de Marte, a sonda Tianwen-1, foi ligado e realizada a quarta correção intermediária de ignição, concluída com sucesso para garantir que a captura de Marte fosse implementada conforme planeado. Até agora, Tianwen-1 está em órbita há 197 dias, a cerca de 184 milhões de quilómetros de distância da Terra, cerca de 1,1 milhão de quilómetros de Marte, num voo que percorreu desde a Terra até Marte cerca de 465 milhões de quilómetros. Os sistemas de sondas estão em boas condições.”

É o segundo aparelho a chegar à órbita de Marte em dois dias, depois de uma outra sonda lançada pelos Emirados Árabes Unidos ter completado a viagem na terça-feira.

Primeira imagem marciana captada pela Tianwen-1 a uma distância de cerca de 2,2 milhões de quilómetros de Marte. Créditos CNSA/DR

Na próxima semana, no dia 18 de fevereiro, será a vez de os Estados Unidos tentarrm fazer aterrar um rover do tamanho de um SUV (batizado de Perseverance) em Marte, no que seria a oitava missão norte-americana ao planeta.

As três missões foram lançadas ao mesmo tempo para aproveitar a maior proximidade entre a Terra e Marte, cerca de 450 milhões de quilómetros, o que acontece a cada dois anos.

A missão mais ambiciosa é a chinesa, prevendo-se que o veículo robô se separe da sonda daqui a alguns meses (maio) e tente aterrar na superficie do planeta vermelho, o que, a ter sucesso, fará da China o segundo país a conseguir tal feito.

A aterragem no solo marciano é difícil e o veículo chinês tem pára-quedas, retrofoguetes e ‘airbags’, equipamento que usará para aterrar numa área rochosa chamada Utopia Planitia, o mesmo local onde o veículo norte-americano Viking 2 aterrou em 1976.

O veículo da missão Tianwen (que em chinês quer dizer “procura pela verdade celestial”) é do tamanho de um carrinho de golfe, trabalha a energia solar e deverá estar cerca de três meses em funcionamento.

O robô norte-americano Perseverance deverá aterrar no dia 18 em Marte para procurar vestígios microscópicos de vida que outrora poderá ter existido no planeta e recolher rochas para trazer de volta à Terra, missão agendada para a próxima década.

A missão dos Emirados, chamada Amal (esperança), entrou em órbita na terça-feira para recolher dados sobre a atmosfera do planeta.

Além destes, há mais seis aparelhos na órbita de Marte: três norte-americanos, dois europeus e um indiano.

A Tianwen-1 é a segunda tentativa chinesa de mandar uma nave a Marte, depois de ter falhado o lançamento de uma sonda integrada numa missão russa que não chegou a sair da órbita terrestre.

Na foto, podem ver-se as formas de relevo icônicas como a Planície de Marte Asidalia, a Planície de Cluse, o Planalto Zi Meridian, a Cratera Skiapareli e o vale profundo mais longo, o Vale dos Marinheiros. Créditos: CNSA/DR

Em dezembro passado, a missão lunar chinesa Chang’e 5 foi a primeira a trazer rochas da Lua para a Terra desde a década de 1970. Em 2019, os chineses foram também pioneiros no envio de um veículo para o lado mais distante da Lua.

c/Lusa

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.



Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceito Leia mais

Privacidade& Política de Cookies