Portal Uauá
Uauá site da cidade

Respiradores: por que eles são essenciais para o tratamento de casos graves da COVID-19?

São Paulo, SP 7/10/2020 – Embora grande parte dos pacientes acometidos pelo novo Coronavírus não apresente complicações, alguns precisam de atendimento na Unidade de Terapia Intensiva – e, muitas vezes, apoio de ferramentas para a respiração

Trazendo ao mundo uma crise sem precedentes, a COVID-19 se alastrou por todo globo com grande velocidade. O mês de agosto encerra com mais de 25 milhões de infectados, segundos dados disponibilizados pela Wikipedia, fazendo com que o novo Coronavírus seja pauta recorrente, mesmo depois de dez meses desde o seu primeiro caso.

E é diante desse cenário que surgem preocupações: chefes de estado acompanham de perto a possibilidade de retomada no “novo normal”, sem deixar de lado a quantidade de casos graves para a tomada de decisão. 

Segundo dados disponibilizados pelo CCDC, Centro de Prevenção e Controle de Doenças da China, 80,9% dos acometidos pela infecção causada pelo Sars-CoV- 2 apresentam apenas sintomas brandos. Por outro lado,  13,8% são severos. Ainda assim, o perigo está na menor porcentagem: 4,7% dos casos se desdobram em um quadro grave.

Estes, demandam internação em UTIs, Unidades de Terapia Intensiva, e, muitas vezes, o uso de respiradores torna-se decisivo para que os pacientes se mantenham vivos.

Sintomas que não podem ser ignorados

Como dito acima, a grande maioria dos casos da COVID-19 não apresenta riscos. Isso quer dizer que muitos deles terão sintomas similares a uma gripe: tosse, cansaço e febre. 

Entretanto, alguns serão acometidos por outros tipos de problemas – em alguns casos, o resultado pode ser a inflamação do pulmão.  “Quando um paciente demonstra falta de ar, é preciso ficar em alerta. Esse é um dos sintomas que não podem ser ignorados”, aponta  Luiz Santos, sócio-fundador da Billab Tech Medical Supply, empresa especializada na venda de equipamentos médicos. 

Uma vez que o pulmão é comprometido, torna-se incapaz de realizar a sua função da forma correta. É assim, então, que um paciente pode precisar do apoio de um respirador. A ventilação mecânica ajudará a suprir a carência de oxigênio no corpo e apoiará a recuperação de modo geral. 

“Quando um paciente vai para a UTI e utiliza um respirador, a grande intenção é manter a saturação acima de 94%, mínimo aceitável para que o funcionamento do corpo como um todo se sustente”, diz Luiz.

Solução que vem do exterior

A Billab Tech oferece respiradores Philips Respironics Ventilador E30 com rápida entrega. Todas as configurações do aparelho são simples e oferecem manuseio amplo para os profissionais de saúde, permitindo acompanhamento e monitoramento dos pacientes.

Além disso, o aparelho contém filtro bacteriano e viral, que minimiza a exposição de profissionais da saúde diante do uso. 

O Philips Respironics Ventilador E30 é fornecido globalmente para cuidados de emergência, de acordo com a Autorização de Uso de Emergência para ventiladores da FDA. A Ordem Provisória da Health Canada para serventia relacionada à COVID-19, que permite a sua utilização enquanto durar a emergência de saúde pública da COVID-19, está de acordo com as premissas atuais da Anvisa, conforme RDC 379/2020.

Atuação mundial

A Billab Tech Medical Supply é uma empresa afiliada da Metz Enterprises e se destaca na indústria por sua atuação nacional e internacional.  Com estoque completo e portfólio atualizado para enfrentar a pandemia causada pelo novo Coronavírus, a corporação oferece produtos exclusivos da Billab Tech Pak®, uma alternativa econômica e com qualidade garantida. 

Para mais informações, basta acessar: https://billabtech.com/

Website: https://billabtech.com/

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceito Leia mais

Privacidade& Política de Cookies