‘Nunca me perguntam como está o povo na rua’, diz Lula em crítica a banqueiros

'Eles só pensam no dinheiro pra reverter pra eles, não pensam nos recursos do povo', afirmou o ex-presidente durante evento em São Paulo, nesta terça-feira (31)

‘Nunca me perguntam como está o povo na rua’, diz Lula em crítica a banqueiros
Foto: assessoria/PT

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou banqueiros por cobranças sobre economia em um eventual governo em 2023. O petista assegurou que vai fazer ‘muitas reuniões com banqueiro e empresário’, mas reclamou do que considera falta de sensibilidade social do empresariado

“Banqueiro quer fazer reunião. Eu vou fazer muitas reuniões com banqueiro e empresário, mas eles nunca me perguntam como está o povo na rua, se está passando fome, como estão as pessoas abandonadas”, disse o petista durante lançamento do livro Querido Lula: cartas a um presidente na prisão, realizado na noite desta terça-feira, 31, em São Paulo.

“E o teto de gastos, vai manter ou não vai manter? E a responsabilidade fiscal e a dívida pública, como vai fazer para diminuir? Eles só pensam no dinheiro pra reverter pra eles, não pensam nos recursos do povo”, emendou Lula. Mais cedo nesta terça-feira, o ex-presidente havia dito que conversaria com o mercado na “hora que tiver interesse”.