A multinacional Coty comprou a divisão de cosméticos da brasileira Hypermarcas por R$ 3,8 bilhões. Pelo menos duas histórias dentro desse grande negócio: história da crise brasileira e ambiente propício a fusões e aquisições.
O setor de produtos de beleza registrou, no primeiro semestre, a primeira queda de vendas em 23 anos. As ações da Hypermarcas na Bolsa de Valores perderam 39% do valor em cinco anos.
Em 2010, uma ação valia R$ 28 e agora vale R$ 17. Em dólar, a ação da Hypermarcas custa na segunda-feira (2) só R$ 4,50.
O Brasil está barato, “em liquidação”, como disse em Nova York o empresário Abílio Diniz.
jornal da globo