Portal Uauá
Uauá site da cidade

MCTI e EMBRAPII vão investir 120 milhões para criar Centros de Competência em Hardware

MCTI e EMBRAPII vão investir 120 milhões para criar Centros de Competência em Hardware

Objetivo é tornar país referência internacional em PD&I em Plataformas de IoT, gerar novos negócios e levar produtos inovadores para o mercado

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) vai selecionar dois institutos de pesquisas brasileiros e investir R$ 120 milhões, em cinco anos, para torná-los Centros de Competência em Hardware (chamados de CCH) para a indústria nacional. A proposta é gerar conhecimento interno no Brasil, ampliando os conhecimentos em Plataformas de IoT – Internet das Coisas, na sigla em inglês, dos institutos selecionados. O anúncio será realizado pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, nesta segunda-feira (3).


“As plataformas de Iot são uma área high tech e estratégica para o crescimento econômico do país. Assim, aproveitar as oportunidades que são abertas para os novos produtos e serviços é crucial para promover a competitividade da indústria”, destaca o diretor-presidente da EMBRAPII, Jorge Guimarães.

Neste primeiro ano, os selecionados receberão R$ 40 milhões. Os recursos podem ser utilizados na capacitação de pesquisadores e no desenvolvimento de pesquisas básicas, ainda embrionárias, mas que permitem avançar no conhecimento para produzir as futuras soluções tecnológicas da indústria. Com o fortalecimento, os centros serão aptos a desenvolver a solução completa de hardware, que inclui componente físicos – como sensores e partes elétricas e mecânicas – dispositivos de comunicação, integração de sistemas, conectividade e segurança da informação.


Espera-se atrair investimentos em inovação de grandes empresas que apostam no Brasil e estimular a criação de startups capazes de criar soluções tecnológicas de Hardware para diversos setores da economia, como 5G, telecomunicação, saúde ou agro.


Uma estratégia do Programa é associar empresas brasileiras aos Centros de Competências de hardware, pagando uma quota de participação e recebendo, em contrapartida, uma série de benefícios. Entre eles estão: acompanhar o direcionamento das pesquisas, conhecer em primeira mão as descobertas alcançadas e acesso a laboratórios, treinamentos de profissionais e acesso aos profissionais qualificados do Centro para suporte no processo de inovação de acordo sua estratégia empresarial. 

“O modelo de Associação de Empresas ainda é um instrumento pouco conhecido no Brasil, mas bastante usual em países que figuram nos principais locais do ranking de inovação como os EUA. Os projetos de PD&I das associadas podem chegar na fase pré-comercial, etapa em que a tecnologia prova ser economicamente viável”, destaca o diretor de Planejamento e Relações Institucionais da Embrapii, José Luis Gordon.A seleção é a primeira ação da EMBRAPII como gestora do Programa Prioritário Hardware BR, mecanismo utilizado por empresas beneficiadas pela Lei de TICs para cumprir suas obrigatoriedades financeiras de P&D em troca de incentivos fiscais.

Sobre a EMBRAPIIA Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial é uma Organização Social que tem contrato de gestão com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações; Ministério da Educação e Ministério da Saúde. Em sete anos de operação, já apoiou mais de 1 mil projetos, desenvolvidos em parceria com empresas nacionais de diferentes portes e Unidades EMBRAPII em todas as regiões do país. Tais projetos somam investimentos de R$ 1,7 bilhão e mais de 300 pedidos de Propriedade Intelectual.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceito Leia mais

Privacidade& Política de Cookies