Portal Uauá
Uauá site da cidade

Lipoaspiração: quais procedimentos podem ser realizados em conjunto?

- Anúncios-

Belo Horizonte, Minas Gerais 6/10/2020 – Dr. Fernando Rodrigues é Cirurgião Plástico em Belo Horizonte. No site drfernandorodrigues.com.br é possível saber mais sobre ele e sobre esses procedimentos.Esse artigo fala sobre a lipoaspiração e como ela pode ser realizada em conjunto com outros procedimentos cirúrgicos/cosméticos para alcançar um resultado ainda mais satisfatório.

A lipoaspiração ocupa, hoje, elevado percentual dentre as cirurgias plásticas no país e segundo resolução Número 1711 do Conselho Federal de Medicina, a lipoaspiração é reconhecida como técnica do arsenal da cirurgia plástica, com indicações precisas para correções do contorno corporal em relação à distribuição do tecido adiposo subcutâneo.

Esse artigo fala sobre a lipoaspiração e como ela pode ser realizada em conjunto com outros procedimentos cirúrgicos/cosméticos para alcançar um resultado ainda mais satisfatório. Existem uma variedade de procedimentos cosméticos que podem ser realizados junto com a lipoaspiração.

Quando se tem mais de um objetivo estético a alcançar, a ideia de combinar procedimentos de cirurgia plástica pode ser atraente. A lipoaspiração e o enxerto de gordura, por exemplo, andam de mãos dadas, pois, o cirurgião plástico precisará adquirir gordura doadora de uma parte do corpo para enxertá-la em outra parte. Mas combinar procedimentos só faz sentido se eles estiverem alinhados com objetivos cosméticos bem definidos.

Isso dependerá das áreas do corpo que serão tratadas, da habilidade e experiência do cirurgião plástico e da quantidade de tempo que o paciente poderá se ausentar do trabalho. A segurança deve ser sempre a prioridade. Os cirurgiões plásticos se sentirão confortáveis combinando pelo menos dois procedimentos, desde que o paciente esteja com ótima saúde.

Dentre os procedimentos que podem ser combinados com a lipoaspiração, os mais comuns são: lipoaspiração associada a abdominoplastia; Lipoaspiração associada a redução ou aumento das mamas (mastopexia); Lipoaspiração associada a facelifts; Lipoaspiração após cirurgia bariátrica.

Enquanto o foco principal da lipoaspiração é remover o excesso de gordura, a abdominoplastia é usada para elevar a pele. O que ocorre é que, quando grandes quantidades de gordura são removidas, há um risco maior de excesso de pele caída. A boa notícia é que a abdominoplastia pode ajudar a eliminar o excesso de pele criando um estômago mais apertado e um ‘abdômen’ mais definido.

Na lipoaspiração associada a Mastopexia — elevação dos seios – o especialista realizará primeiro a lipoaspiração, para remover o excesso de tecido adiposo das mamas. Depois disso, a pele restante pode fazer com que as mamas caiam, e é aí que a mastopexia entra em cena: removendo o excesso de pele e elevando os seios caídos a uma altura mais desejável e com uma aparência mais natural.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, 141 mil procedimentos de redução de mama foram realizados no Brasil em 2016 (último levantamento da instituição).

Lipoaspiração associada à redução de mama normalmente inclui lipoaspiração para ajudar a remover o excesso de tecido adiposo, além de remodelar os seios para obter uma forma e tamanho esteticamente atraentes que permaneçam em equilíbrio com as proporções naturais do corpo. A cirurgia de redução de mama pode ajudar a aliviar as dores nas costas, pescoço e ombros, causadas por seios muito grandes, além de ajudar as roupas a se ajustarem melhor e aumentar a autoconfiança.

Combinar um procedimento de lipoaspiração com o facelift também é possível. A lipoaspiração facial é projetada para remover bolsas de gordura, geralmente em torno da mandíbula, pescoço e queixo. A principal vantagem em combinar esses dois procedimentos é que pode ser possível economizar tempo e dinheiro. Além do mais, a combinação desses procedimentos, permite obter um aspecto mais firme da face, com atenuação dos sulcos e eliminação das rugas.

É essencial que o facelift seja executado por um cirurgião plástico qualificado, com experiência em procedimentos faciais, para a obtenção de um resultado final harmonioso e que corresponda às expectativas da paciente.

A cirurgia bariátrica faz um ótimo trabalho na remoção da gordura visceral. Também é possível remover ainda mais gordura subcutânea após o primeiro ano de perda de peso. Um procedimento de lipoaspiração é projetado especificamente para remover o excesso de gordura subcutânea que pode permanecer, mesmo depois de se mudar completamente os hábitos de vida com mais exercícios e menor consumo de alimentos.

A chave para o sucesso de uma lipoaspiração após cirurgia bariátrica é esperar até que o peso da paciente se estabilize. Segundo o site da SBCP, a lipoaspiração não é um tratamento para a obesidade e não substitui a prática de exercício físico e bons hábitos alimentares. Indivíduos com áreas de gordura no corpo e que se exercitam regularmente são os melhores candidatos a este procedimento.

Antes de qualquer tipo de cirurgia, para garantir um procedimento seguro de cirurgia plástica associada é necessário verificar o registro do cirurgião plástico no Conselho Federal de Medicina (CFM) e na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

O cirurgião também deve ter uma experiência significativa no procedimento que está sendo considerando. A interessada deve agendar uma consulta e fazer várias perguntas. Aqui estão algumas ótimas perguntas a serem feitas ao cirurgião: há quantos anos você realiza esse procedimento? Quantas vezes você executou cirurgias plásticas em conjunto? Que tipo de treinamento básico e avançado você tem no procedimento que estou considerando?

Como a cirurgia plástica geralmente é um procedimento de transformação de vida, é preciso escolher um especialista de confiança. Embora a ideia de vários procedimentos ao mesmo tempo possa parecer assustadora, a capacidade de atingir vários objetivos em uma única cirurgia pode ser altamente satisfatória a longo prazo. Alterações significativas na aparência, normalmente duradouras e até permanentes poderão ser vistas logo após uma boa recuperação do procedimento.

A SBCP cita em seu site: “Ao escolher um cirurgião plástico para realizar este procedimento, lembre-se de que a experiência do cirurgião e seu bom relacionamento com ele são tão importantes quanto o custo final da cirurgia.” Escolha um bom cirurgião e evite se expor a riscos desnecessários. Dr. Fernando Rodrigues é Cirurgião Plástico em Belo Horizonte. No site drfernandorodrigues.com.br é possível saber mais sobre ele e sobre esses procedimentos.

Website: https://drfernandorodrigues.com.br/

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceito Leia mais

Privacidade& Política de Cookies