Portal Uauá
Uauá site da cidade

Jaguarari: Ministério Público eleitoral recomenda a apreensão, recolhimento de fogos de artifício e carro de som

- Anúncios-

Ministério Público Eleitoral da 179ª Zona Eleitoral do Município de Jaguarari, por sua representante, a Promotora Andréa Ariadna Santos Correia, com amparo da legislação vigente, publicou neste domingo, 4 de outubro, a Recomendação 02/2020, recomendando aos agentes da Polícia Militar e Civil do município de Jaguarari, apreenderem e recolherem fogos de artifícios e estampidos que forem encontrados nas casas comerciais em desacordo com as disposições do decreto estadual, mormente seu art. 27, bem como a apreensão e recolhimento dos estiverem sendo transportados sem a devida autorização policial, conforme art. 19 e 20 e inciso II do art. 27 do Decreto 6.465/97). A Recomendação também prevê que os agentes das policias devem fazer ciente aos infratores que a inobservância de qualquer dispositivo do aludido decreto será punida com aplicação das multas previstas no Decreto-lei Federal no 4.238, de 08.04.42, fixando-se os seus valores de 50 (cinquenta) a 500 (quinhentas) UFIR, e a suspensão da licença para venda (art. 28 do Decreto Estadual 6.465/97), que as autoridades competentes deverão promover a destruição dos fogos aprendidos irregularmente, em tempo hábil e locais apropriados, conforme art. 29 do Decreto Estadual 6.465/97 e que em caso de flagrante de qualquer do povo, fogueteiros, candidatos, eleitores, soltando fogos de artifícios e estampidos, provocando poluição sonora, deve ser levado a DEPOL do município para as providências legais, autuação no art. 42 da Lei das Contravenções Penais e art. 54 da Lei dos Crimes Ambientais, conforme circunstância em derredor do crime.

Quanto a poluição sonora dos carros de som em passeatas, carreatas, caminhadas, reuniões e comícios, o MPE ainda recomenda as autoridades policiais e Agentes de Trânsito do município de Jaguarari, que realizem a aferição dos carros de som, minitrios e trios elétricos para observar se atendem a legislação eleitoral (§ 11 do art. 38 da lei das Eleições), se estão compatíveis com o limite de oitenta decibéis de nível de pressão sonora, medida a sete metros de distância do veículo. Constatada a infração a legislação eleitoral as policiais e/ou agentes de trânsito, devem proceder a retenção do veículo para fins do art. 228 do Código Brasileiro de Trânsito, que pune com multa e retenção do veículo para a devida regularização. Vale destacar que, para fins da lei eleitoral, equipara-se a carro de som qualquer veículo, (bicicletas, motocicletas, triciclos, veículos adaptados: carroças e charretes) motorizado ou não, ou ainda tracionado por pessoas ou por animais, que transite divulgando jingles ou mensagens de candidatos (art. 38, §9º-A).

Em caso de acatamento desta recomendação, deverão os agentes públicos destinatários, informar quando oportuno, quais medidas vêm sendo adotadas para coibir a poluição sonora na comarca de Jaguarari- 179ª Zona Eleitoral.

Jaguararionline

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceito Leia mais

Privacidade& Política de Cookies