Portal Uauá
Uauá site da cidade

Covid-19. A situação ao minuto do novo coronavírus no país e no mundo

- Anúncios-

António Pedro Santos – Lusa

A pandemia de covid-19 já fez pelo menos 3.750.028 mortos em todo o mundo desde que foi notificado o primeiro caso na China, em dezembro de 2019, segundo o balanço diário da agência AFP.

Mais de 173.909.210 pessoas foram infetadas pelo novo coronavírus em todo o mundo.
12h35 – “Sem exceções”. Costa confirma travão em Lisboa

À chegada à Madeira, para as comemorações do 10 de Junho, o primeiro-ministro confirmou que Lisboa vai mesmo travar no desconfinamento, face ao recrudescimento das infeções por SARS-CoV-2 na região da capital.

António Costa sublinhou que não há concelhos de segunda e municípios de primeira.

Recorde-se que também Braga deverá marcar passo no desconfinamento.

E podem ser mais os concelhos que travam na retoma da atividade: acima dos 120 casos por 100 mil habitantes estão Vale de Cambra, Castelo de Paiva, Cantanhede e Salvaterra de Magos.

Os dados constam do último relatório concelhio, divulgado pela Direção-Geral de Saúde na passada sexta feira.

Os municípios que a partir da próxima segunda-feira ficarem para trás mantêm os horários de funcionamento nos sectores da restauração e da cultura. Em vez de fecharem à 1h00, continuam a encerrar às 22h30.

12h05 – Vacinação em Sintra vai ser reforçada

A garantia foi dada esta manhã pelo coordenador da task force da vacinação contra a Covid-19.

Media player poster frame

Covid-19. A situação ao minuto do novo coronavírus no país e no mundoO vice-almirante Gouveia e Melo reconhece que o concelho está atrasado em relação a outros. Por esse motivo, admite acrescentar mais um espaço para a vacinação.

11h53 – Paquistão com dez milhões de doses administradas

As autoridades paquistanesas anunciam ter atingido a marca de dez milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 administradas no país.

O Paquistão espera vacinar 70 milhões de pessoas até ao fim do ano.

11h25 – Um aviso aos noivos britânicos

O ministro britânico da Habitação, Robert Jenrick, veio a público para deixar um aviso a quem esteja a planear casar-se, no Reino Unido, antes de 21 de junho.

“Eu não faria planos até ouvir o primeiro-ministro”, disse, referindo-se ao número permitido de convidados.

11h13 – Malásia esgota capacidade dos cuidados intensivos

As unidades de cuidados intensivos da Malásia atingiram nas últimas horas o máxima da capacidade, segundo o diretor-geral da Saúde do país. A pandemia, afirmam as autoridades locais, atingiu um nível crítico.

Entretanto, o Rei malaio deu início a uma ronda de contactos com líderes partidários, num contexto de crescente descontentamente público face à forma como o Governo está a lidar com a propagação das infeções.

A Malásia enfrenta um terceiro confinamento.

10h37 – África com mais 12.852 infeções

África registou mais 388 mortes associadas à Covid-19 nas últimas 24 horas, para um total acumulado de 133.174 óbitos, e mais 12.852 casos. O total de infetados desde o início da pandemia aumentou assim para 4.951.177.

Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana, o número de recuperados é de 4.469.399, mais 11.754 desde terça-feira.

A África Austral é ainda a região mais afetada, com 2.136.935 casos e 65.742 óbitos. Só a África do Sul, que é o país mais atingido pela pandemia no continente, soma 1.704.058 casos e 57.183 mortes.

10h31 – Gabinete de crise da Ordem dos Médicos pede atenção a Lisboa

O coordenador do gabinete de crise da Ordem dos médicos pede uma atenção especial para a evolução da pandemia na zona de Lisboa. Filipe Froes diz que é preciso perceber a gravidade dos casos que todos os dias são detetados na capital para então decidir o que fazer para travar a pandemia.

Media player poster frame

Covid-19. A situação ao minuto do novo coronavírus no país e no mundoAntena 1

O pneumologista diz que é preciso ir mais além do número de casos por 100 mil habitantes e diz que faltam dados.

Filipe Froes alerta para o aumento de casos de infeção em pessoas com a vacinação completa. O pneumologista espera que as autoridades de saúde estejam a monitorizar estes casos para se perceber o que está a acontecer.

Media player poster frame

Covid-19. A situação ao minuto do novo coronavírus no país e no mundo

10h07 – Pandemia mexeu com o consumo de drogas

É o que revela o Relatório Europeu sobre Drogas, conhecido hoje. A covid-19 também modificou o padrão habitual do tráfico de estupefacientes.

Media player poster frame

Covid-19. A situação ao minuto do novo coronavírus no país e no mundoAntena 1

São conclusões do Relatório Europeu Sobre Drogas, elaborado pelo Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência.

10h06 – Incidência cai para metade em Timor-Leste

A taxa de incidência da Covid-19 em Timor-Leste regrediu para metade nas últimas duas semanas, com a redução no número de novas infeções detetadas, mais recuperações e uma quebra no total de casos ativos.

Em comunicado, o Centro Integrado de Gestão de Crise indica que, a nível nacional, a incidência “caiu 50 por cento nas últimas duas semanas”, respetivamente para 6,8 e 20,2 casos por 100 mil habitantes.

Esta quarta-feira, Timor-Leste voltou a registar uma queda no número de casos ativos, com 79 novas infeções e 256 recuperações.

9h53 – Ryanair e BA podem ter de reembolsar passageiros

A Autoridade da Concorrência britânica tem em marcha uma investigação às transportadoras aéreas British Airways e Ryanair, visando apurar se infringiram a lei ao não reembolsarem os passageiros dos voos cancelados por causa da pandemia.

A Autoridade de Mercado e Concorrência adianta que os investigadores vão também apurar se as companhias deveriam ter procedido ao reembolso quando os voos se mantiveram, apesar de o Reino Unido ter proibido viagens não essenciais.

Após o início da crise sanitária, a British Airways ofereceu aos passageiros cupões ou a possibilidade de fazer outra reserva, ao passo que a Ryanair apresentou como opção a marcação de novas reservas.

9h45 – Espanha. Augusto Santos Silva agradeceu rápida correção de erro

O ministro dos Negócios Estrangeiros agradeceu o rápido esclarecimento por parte do Governo espanhol quanto às medidas fronteiriças.

Media player poster frame

Covid-19. A situação ao minuto do novo coronavírus no país e no mundoEm declarações à RTP, Augusto Santos Silva disse também que ainda é cedo para avaliar o impacto económico da saída de Portugal da lista verde do Reino Unido.

9h21 – Taiwan reporta novos números

As autoridades sanitárias de Taiwan reportam mais 274 casos confirmados de infeção pelo SARS-CoV-2, a maioria em Taipé.

Morreram, nas últimas 24 horas, 25 pessoas, com o total acumulado desde o início da pandemia a ascender a 296.

Taiwan tem agora 2542 pessoas internadas.

9h06 – Hospitais de Lisboa a reabrir enfermarias desativadas

A Ordem dos Médicos diz que os hospitais da Grande Lisboa estão a reabrir enfermarias dedicadas à Covid-19 que haviam sido desativadas.

O número de doentes internados na região tem aumentado todos os dias e quase duplicou em menos de um mês.

Media player poster frame

Ouvido esta manhã pela Antena 1, o presidente do Conselho Regional do Sul da Ordem dos Médicos pede uma intervenção rápida para travar o crescimento das infeções. Alexandre Valentim Lourenço admite que alguns hospitais já estão a acusar a pressão.

8h57 – Parlamento Europeu aprova certificado Covid-19

O Parlamento Europeu aprovou a adoção do certificado digital Covid-19, que permitirá aos cidadãos comunitários vacinados, recuperados ou testados viajarem sem restrições, no espaço da União Europeia, a partir de 1 de julho.

Em votação ocorrida na terça-feira, em Estrasburgo, cujo resultado foi anunciado esta manhã, o Parlamento Europeu deu luz verde ao certificado com 546 votos a favor, 93 contra e 51 abstenções.

Desenhado para agilizar o retorno à livre circulação, tendo sobretudo em vista revitalizar o turismo, o livre-trânsito funcionará de forma semelhante a um cartão de embarque para viagens, em formato digital ou em papel, com um código QR e na língua nacional do cidadão e em inglês.

Prevê-se que os países-membros da União não voltem a aplicar restrições, salvo se a situação epidemiológica o impor. Serão, todavia, os governos nacionais a decidir se os viajantes munidos do certificado digital terão de cumprir confinamentos, submeter-se a testes adicionais ou outros requisitos.

A Comissão Europeia exortou ontem os Estados-membros a emitir desde já certificados comprovativos da vacinação, recuperação ou testagem à Covid-19, com o objetivo de evitar “grandes bloqueios” no arranque oficial do documento.

8h42 – Recuo de Espanha oficializado

Foi publicada no boletim oficial do Estado espanhol a ordem que corrige o condicionamento à entrada em Espanha por via terrestre à apresentação de teste à Covid-19 ou comprovativo de vacinação.

Madrid confirmara ontem que tal não se verificaria.

8h25 – França entra em nova fase de desconfinamento

Em França, a partir desta quarta-feira, passa a ser possível comer no interior dos restaurantes e voltar aos ginásios. O recolher obrigatório passa a ser às 23h00. É a derradeira etapa antes do regresso à “vida normal”, a 30 de junho.

O retorno a cafés e restaurantes ocorreu a 19 de maio, mas apenas nas esplanadas. Não poderá haver mesas com mais de seis lugares e o número de clientes está limitado a metade da lotação antes da pandemia.

Entra também em vigor o passe sanitário. Todavia, no caso dos restaurantes, serve somente para registar quem esteve presente em determinado lugar, em caso de contaminação.

Apresentar um teste PCR negativo, a vacinação completa ou um teste com mais de duas semanas e menos de seis meses vai ser obrigatório em situações como entradas em salas de espetáculos, casinos, salões, salas de desportos cobertos ou outros eventos culturais organizados no espaço público.

Os festivais ao ar livre ficam autorizados. Mas os participantes terão de ficar sentados. Há uma limitação de cinco mil lugares.

8h15 – Madeira assiste a retoma do turismo

A Madeira é um destino turístico, por excelência. Apesar a saída apressada dos britânicos, nos últimos dias, há franceses, alemães e muitos portugueses do Continente.

O turismo a reflorescer na ilha da Madeira depois de muitos meses cinzentos na sequência da pandemia.

Media player poster frame

Covid-19. A situação ao minuto do novo coronavírus no país e no mundoAntena 1

A ilha vai ser o palco das comemorações do 10 de junho.

7h44 – Governo reforça apoio a vítimas de violência doméstica

O Governo prepara-se para reforçar o apoio às vítimas de violência doméstica devido aos “desafios impostos pela pandemia Covid-19” e ao período de férias escolares e laborais que se aproxima.

Em comunicado, a Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade adianta que é hoje apresentado um novo plano de reforço de prevenção e combate à violência doméstica, sublinhando que a pandemia e as férias justificam a “ampliação e amplificação dos mecanismos de alerta social e de apoio às vítimas de violência doméstica”.

“Se a casa é um lugar seguro para a maioria das pessoas, para as vítimas de violência doméstica não é”, refere o gabinete de Rosa Monteiro.

Durante o verão vão estar em funcionamento várias medidas, desde logo uma nova fase de divulgação da campanha #EuSobrevivi, bem como do folheto de conselhos úteis e informação com contactos locais.

7h29 – EUA com mais 454 mortos e 12.166 casos

Os Estados Unidos reportaram 454 mortes associadas à Covid-19 e 12.166 casos da doença em 24 horas.

Desde o início da pandemia, aquele país somou 598.392 óbitos e 33.389.896 infeções.

Ao todo, 171,7 milhões de pessoas em território norte-americano (51,7 por cento da população) receberam pelo menos uma dose da vacina contra a Covid-19, dos quais 140,4 milhões (42,3 por cento) completaram o processo de vacinação.

7h01 – Ponto de situação

Lisboa não vai avançar para a próxima fase de desconfinamento, revelou na TVI24 o presidente da Câmara Municipal, Fernando Medina.

O autarca explicou que a cidade ultrapassou os 120 casos de Covid-19 por 100 mil habitantes e que não tem condições para aliviar as medidas.

Media player poster frame

Fernando Medina apela à população para que tenha bom-senso e se abstenha de festejar os santos populares nas ruas.
Limitações à circulação

No fim de semana haverá limitações à circulação de pessoas e carros em Lisboa.

A PSP e a Polícia municipal querem evitar ajuntamentos.

Media player poster frame

Covid-19. A situação ao minuto do novo coronavírus no país e no mundoPara tal, haverá uma operação especial no sábado e no domingo. O centro da capital e os bairros típicos vão ter acesso condicionado.

Tal como no ano passado, estão proibidos os fogareiros na via pública e os arraiais.
Governo reúne-se em Conselho de Ministros
Braga também não deverá avançar para nova fase de desconfinamento, a 14 de junho. E Cascais deverá ficar em situação de alerta. Decisões que deverão ser tomadas esta quarta-feira na reunião do Conselho de Ministros.

O Governo vai decidir quais os Concelhos que avançam, recuam ou se mantê na atual fase desconfinameento. As medidas entram em vigor na segunda-feira.

A reunião do Governo para avaliar a situação da pandemia costuma realizar-se à quinta feira, mas foi antecipada por causa do feriado do 10 de Junho.

Atualizada norma para vacina da Janssen

A partir de agora, a vacina da Janssen, de toma única, pode ser inoculada a todos os homens a partir dos 18 anos.

Media player poster frame

Covid-19. A situação ao minuto do novo coronavírus no país e no mundoAté aqui essa vacina só podia ser administrada a pessoas acima dos 50 anos. A restrição só se mantém para as mulheres.
O quadro em Portugal
O último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde reportou mais uma morte associada à Covid-19 e 598 casos conformados de infeção.

O total acumulado de óbitos, desde o início da pandemia, é de 17.037.

Havia ontem 296 pessoas internadas em enfermaria, mais cinco do que no boletim anterior. Sessenta e seis permaneciam em unidades de cuidados intensivos.O quadro internacional
A pandemia provocou pelo menos 3.739.777 mortes, resultantes de mais de 173,5 milhões de casos de infeção, de acordo com o balanço em permanente atualização por parte da agência France Presse.

O Governo espanhol recuou na exigência de teste a quem passar a fronteira.

Media player poster frame

Covid-19. A situação ao minuto do novo coronavírus no país e no mundoMadrid pediu desculpa por Espanha ter considerado Portugal um país de risco.

por RTP

Participe do grupos no WhatsApp
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Participe do grupos no WhatsApp

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceito Leia mais

Privacidade& Política de Cookies