Portal Uauá
Uauá site da cidade

COOPERATIVA CENTRAL DA CAATINGA COMERCIALIZA PRIMEIRO LOTE DE CORDEIROS E CABRITOS PREMIUM SEMICONFINADOS

- ANUNCIOS -

COOPERATIVA CENTRAL DA CAATINGA COMERCIALIZA PRIMEIRO LOTE DE CORDEIROS E CABRITOS PREMIUM SEMICONFINADOS

Em apenas quatro (04) meses de trabalho intensivo (assessoria técnica especializada e contínua) junto aos produtores experimentadores foi possível, em tempo recorde, preparar o primeiro lote de cordeiros e cabritos para o abate enquanto construía o Plano de Negócios para os Investimentos nas ações de fortalecimento da caprinovinocultura na região norte do Estado da Bahia.

A Central da Caatinga, mesmo no período de pesquisa, mapeamento e suporte na elaboração do referido Plano de Negócios, colocou sua equipe técnica em campo com o objetivo de orientar os agricultores na produção de cordeiros e cabritos para cortes especiais, no padrão desejado pelos abatedouros. Na quinta-feira (10) de dezembro de 2020, foi realizada a primeira entrega de cordeiros e cabritos melhorados através da técnica de manejo semiconfinado e confinado. Para a equipe técnica e o presidente da Central da Caatinga, Adilson Ribeiro, os resultados foram bastante satisfatórios, frente ao propósito estabelecido.

O produtor Lucas, da fazenda Juvenal, Juazeiro/BA, que acompanhou o abate, observou a importância dos cuidados no trato com os animais, desde a saída no curral até a chegada nas baias do abatedouro, além da pesagem que é bastante transparente, paga-se realmente o quanto pesa, diferentemente de alguns atravessadores que compram no “olho” tirando uma significante margem de resultado que poderia ficar para o produtor.

Os abatedouros/frigoríficos estão bastantes confiantes no trabalho desenvolvido pela Central da Caatinga. Já é consenso que o agricultor familiar sozinho não consegue superar as diversas dificuldades encontradas. Para as integradoras, a central de cooperativas apresenta um
projeto estruturado e completo, como assistência técnica no manejo, organização da produção e do processo de comercialização, além da estratégia de fabricação de ração balanceada para fornecer aos produtores por preço diferenciado. Isso possibilita, a produção e entrega de
animais com padrão de carcaça qualificada (premium), podendo assim, alcançar melhor preço no kg de carcaça, e ainda, estabelecer regularidade na oferta, evitando a quebra de contratos que atualmente tem sido constante.

Além da organização desse lote, a equipe técnica da Central da Caatinga tem desempenhado ações de mobilização e articulação de apoio aos agricultores, em regiões dos Territórios Piemonte Norte do Itapicuru (Andorinha, Jaguarari, Campo Formoso), Sisal (Itiúba e Monte Santo), além do Sertão do São Francisco (Juazeiro, Casa Nova, Curaçá e Uauá) para a
comercialização de animais com os abatedouros Frigbahia, Cabrabom e a Frigocomex – empresa que se instalou em Juazeiro para gestão do frigorífico, na qual contratualizou uma Aliança Produtiva, através do Projeto Alianças Produtivas/Bahia Produtiva/CAR/SDR.

Diante disto, para o presidente da cooperativa, Adilson Ribeiro, o próximo ano de 2021 será de muito trabalho e resultados, através da Assessoria Técnica Continuada – ATC em parceria com o Projeto Pró-Semiárido e investimentos do Projeto Bahia Produtiva para a unidade de ração e operação comercial, Edital 010/2018, SDR/CAR, Alianças Produtivas Governo do Estado da Bahia.

Por Jorge Trindade
Fotos: Gabriella Novais

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceito Leia mais

Privacidade& Política de Cookies