A justiça Eleitoral determinou que o ex-prefeito de Uauá, Jorge Lobo, irmão e principal articulador da campanha do candidato a prefeito Marcos Lobo, deve parar de propagar nas redes sociais, sites e qualquer meio de comunicação, mensagens caluniosas contra o prefeito de Uauá e candidato à reeleição, Lindomar Dantas. A decisão liminar determina multa diária de R$ 5 mil em caso de descumprimento.

A representação acatada pelo juiz eleitoral, José Carlos Rodrigues, ressalta que o ex-prefeito, com o objetivo de favorecer seu irmão Marcos Lobo, passou a realizar no dia 15 de setembro diversas publicações ofensivas, injuriosas e caluniosas, promovendo a divulgação de propaganda eleitoral antecipada negativa contra Lindomar de Abreu Dantas, na época pré-candidato ao cargo de prefeito.

Esta não é a primeira vez que Jorge Lobo é envolvido em ações na justiça. Recentemente, o mesmo foi obrigado a retirar uma postagem no facebook, onde também fazia falsas acusações contra o prefeito Lindomar. Jorge também responde a 11 processos na justiça federal, além de ter uma exceção fiscal da Fundação Nacional da Saúde (Funasa) que cobra do ex-gestor mais de R$ 3, 6 milhões.

Confira decisão: