Uberlândia-MG 28/8/2020 –

Cirurgia feita em centros, que oferecem serviço de transplantes, foi realizada em um Hospital da rede particular da cidade mineira.

A cidade de Uberlândia-MG registrou uma cirurgia de alta complexidade inédita, neste mês, realizada no Madrecor Hospital. Denominado Transjugular Intrahepatic Porto-Systemic Shunt (TIPS), no português traduzido como Derivação Portossistêmico Intra-hepático Transjugular, o procedimento é da especialidade da radiologia intervencionista, que significa a implantação de um canal artificial (shunt) no fígado que estabelece comunicação entre a veia portal de entrada e a veia hepática de saída, em pacientes com fígado cirrótico.

A paciente jovem, 20 anos, detectou o problema no ano de 2017. “No início eu descobri uma gastrite com varizes no esôfago. Fiz o acompanhamento médico e tudo correu bem até a cesariana da minha filha, quando tive sangramentos digestivos e com necessidade de endoscopias para ligaduras das varizes. Há poucos dias, tive um novo episódio de sangramento e fui internada. Na internação, o Dr. Túlio me avaliou e indicou a realização do TIPS”, conta Queylla da Silva Lima Vilela.

A radiologia intervencionista é uma especialidade médica que atua em procedimentos minimamente invasivos através de punções vasculares ou de órgãos. A especialidade tem interface com várias áreas da medicina dentre elas a gastroenterologia e hepatologia. “A indicação do procedimento de TIPS nesta paciente era uma maneira de reduzir a probabilidade de novos episódios de sangramento, pois fazendo o desvio (shunt) por dentro do fígado, a pressão nas varizes de esôfago seria menor, consequentemente, minimizaria a chance de hemorragias”, relata Dr. Túlio Leite, radiologista intervencionista responsável pelo procedimento.

Esse procedimento é realizado em grandes centros no Brasil, porém requer uma equipe multidisciplinar com médico radiologista intervencionista treinado e experiente para a realização da técnica. “No Madrecor, por ser um hospital de alta complexidade e contar com um time experiente foi possível a realização do procedimento inédito na cidade, que trará benefício enorme a paciente”, destaca Dr. Túlio Leite.

Agora recuperada da cirurgia, Queylla Lima está feliz de poder rever a filha Antonela de seis meses. “Foram muitos dias longe dela, num período difícil, mas agora estou mais tranquila para voltar para casa e cuidar da minha filha”, comemora.

Website: http://www.madrecor.com.br