Na semana passada, uma notícia acerca do caso de um paciente hospitalizado no Hospital Municipal Dr Jair Braga tem repercutido nas redes sociais por conta de fakenews proliferadas. Recentemente mais uma surgiu na região de Uauá. No intuito de deturpar informações, blogs regionais e páginas tendenciosas nas rede sociais tem proliferado informações inverídicas constatadas pelos próprios envolvidos.

Sobre o referido caso, até um vereador entrou de “gaiato” na história. “É com alegria que informamos a todos que o senhor que se encontra “esquecido” no Hospital Municipal de Uauá, já conseguiu sua transferência (Regulação) graças a uma ação do vereador RODRIGO DE ZÉ MÁRIO,…”. Esse é um pequeno trecho do que foi postado e “printado” pelo filho do paciente, Marcos Silva.

Foto: reprodução

Insatisfeito, o próprio vereador pediu aos administradores da página que retirassem do ar, a postagem envolvendo seu nome. “Irmão, gostaria se possível excluíssem a matéria, não é justo tentar se promover das pessoas que necessitam do auxílio obrigatório do SUS”. Disse o vereador.

O filho de Aleomar Cordeiro da Silva, Marcos Silva, usou as redes sociais para desmentir a página. No comentário, elogiou o atendimento que seu pai recebeu no Hospital e deu detalhes do que estaria motivando a demora do paciente receber a regulação. Confira Nota:

Nota de esclarecimento!

Lamentável alguém querer se promover em cima de uma situação dessa.

Amigos do face, venho por meio desta publicação, lamentar o que andam compartilhando a respeito do meu pai.

Em primeiro lugar, o meu pai, este senhor da foto, de nome: Aleomar Cordeiro da Silva, não estava “esquecido” no hospital municipal de Uauá-BA, como diz está postagem inverídica de uma página no face chamada Uauá em Foco.

O senhor Aleomar, deu entrada no último dia 03 de março com início de infarto e foi muito bem atendido por toda equipe do Hospital Municipal de Uauá-BA. O problema era a senha de regulação que não oferecia vaga para transferência para Juazeiro.

Em segundo lugar, é lamentável que uma pessoal queira dar publicidade a um político tendo que expor e sem autorização dos familiares, uma situação tão delicada de um pai de família, cidadão de bem que se encontra internado. Isso só nos mostra o quanto é despreparado.

Lamentável. Até acredito que o vereador tenha tido uma participação em tentar conseguir a transferência através de sua influência política, mas assim como ele, várias pessoas foram solicitadas a nos ajudar na questão da transferência do paciente, amigos, familiares, políticos amigos e até desconhecidos buscaram nos ajudar, mas em nenhum momento precisaram ganhar ibope em cima dessa situação👍