Uauá: Baixa utilização dos serviços e clandestinidade são fatores determinantes do fim da linha de Uauá a Pilar, afirma diretor.

Uauá: Baixa utilização dos serviços e clandestinidade são fatores determinantes do fim da linha de Uauá a Pilar, afirma diretor.

Em resposta ao vice-prefeito de Uauá, João Alves, e vereador Alef Alves, que, recentemente estiveram na gerencia da empresa Falcão Real, em Salvador – Bahia, e protocolaram ofício solicitando da empresa respostas sobre o porquê da não circulação de ônibus de Uauá via Pilar, o diretor da empresa, Lázaro Silva, afirmou que o fim da linha da BA-314, que liga o município de Uauá à Jaguarari se deu por conta de baixa utilização e não por conta de mau estado de conservação do trecho.

Recentemente este site divulgou em primeira mão a informação do fim da linha que circulava entre Uauá via Pilar.

Na justificativa do fim da linha entre Uauá Pilar, o presidente da empresa ressalta as causas da inviabilidade de circulação pela via são por conta da “invasão” de clandestinos na área de atuação da empresa – entre vans, micro ônibus e veículos de pequeno porte.

O presidente não descarta a possibilidade de rever a decisão, onde estará buscando estudos que viabilizem o regresso da linha ou não.

About Adailton Santana

Adailton Santana é Radialista profissional, com o Registro número RPR 8204/BA. Exerce a profissão há mais de 12 anos e é proprietário do Portal Uauá. Site que, há 09 anos, leva para o mundo, notícias e informações locais e regionais, tornando-se o site de maior referencia e o mais acessado na cidade de Uauá e região.