Temer foi o sexto ex-presidente preso na história do Brasil; Saiba os outros

Antes de Michel Temer, Lula havia sido o último presidente preso

Temer foi preso nesta quinta-feira (21) / Foto: Instituto Lulabr/
Temer foi preso nesta quinta-feira (21)Foto: Instituto Lula

Com a prisão de Michel Temer, são seis os ex-presidentes do Brasil que já foram presos na história do País. Antes de Temer, detido nesta quinta-feira (21), Lula havia sido o último ex-presidente preso, no ano passado.

Antes dos dois, o marechal Hermes da Fonseca, que exerceu o cargo entre 1910 e 1914, foi preso em 1922, acusado de conspiração no levante militar conhecido como a Revolta dos 18 do Forte de Copacabana. Ficou seis meses preso e ganhou habeas corpus.

O próximo detido foi Washington Luis. Ele comandava o País em 1930, quando foi preso e deposto pela Revolução do mesmo ano. Acabou sendo exilado com a família na Europa. MDB fala em ‘postura açodada da Justiça’ em prisão de Temer.

  • Ex-presidente Michel Temer é preso pela Lava Jato
  • Outro que preso e exilado foi Arthur Bernardes, que foi presidente entre 1922 e 1926. Ele foi detido em 1932 por participar da Revolução Constitucionalista.

    Por fim, Juscelino Kubitschek (presidente entre 56 e 61) foi preso em 1968, durante o regime militar. Ele passou alguns dias detido e depois foi para prisão domiciliar.

    NA ERA PÓS-DEMOCRATIZAÇÃO

    O detalhe é que com Temer e Lula presos, o Brasil tem dois dos últimos sete presidentes eleitos no período pós-democratização detidos. Além deles, houve a cassação do mandato de outros dois, Fernando Collor (1992) e Dilma Rousseff (2016).