Euclides da Cunha: Homem morre em confronto com a polícia após resistir abordagem e atirar contra viatura da PM


Homem morre em confronto com a polícia após resistir abordagem e atirar contra viatura da PM
Segundo a polícia, o suspeito tinha mandado em aberto pelos crimes de homicídio, tráfico de drogas, tentativa de homicídios e assaltos a mão armada.
Um homem morreu após trocar tiros com a Polícia Militar, na tarde desta terça-feira (26), em Euclides da Cunha. De acordo com a PM, Eduardo Santana Cavalcante, 22 anos, conhecido pela alcunha de “Dudu” trafegava em uma motocicleta CG 150, cor preta, sem placa policial, por volta das 12:25 hs, ao cruzar com a viatura que fazia rondas na BR 116,tentou esconder o rosto, fato que além das características do veículo chamou a atenção dos policiais que ao tentar a abordagem o indivíduo empreendeu fuga sendo perseguido pela viatura que deu voz de parada não obedecida.
O suspeito tentou fugiu em alta velocidade a GU permanecia efetuando o acompanhamento, e consequentemente o indivíduo ignorando as ordens de parada, tendo chegado a um local conhecido por Lagoa do Duda Macário, percebendo a inevitável aproximação da GU, efetuou disparos contra a VTR, tendo atingido o capô e o para-choque dianteiro, motivo que não houve outra alternativa senão revidar a injusta agressão, tendo o autor dos disparos caído ao solo.
Ele foi socorrido ao Hospital socorro encaminhando-o, de imediato ao Hospital Português, porém o mesmo não resistiu aos ferimentos e veio a óbito, constatado pelo Médico Plantonista da Unidade Hospitalar.
Em ato continuo, com o elemento fora encontrado, além da Motocicleta Honda CG 150, cor preta, posteriormente identificada se tratar de cor vermelha, tendo sido coberta com pintura de spray, com numeração de Chassi e motor adulterados, um revólver, marca Rossi calibre 22, com 04 (quatro) munições deflagradas e 03 (intactas), um celular marca Motorola e a quantia de R$ 100, 00 (cem reais) em espécie e dois dolões de substância análoga à maconha.
Todo o material fora apresentado na Delegacia ao Dr. Paulo Jason de Melo Falcão.
uaua.com.br com informações da Polícia