Casa Nova planeja e desenvolve planos de ações voltados para melhorar a educação do município

Casa Nova planeja e desenvolve planos de ações voltados para melhorar a educação do município

A Secretaria Municipal de Educação, sindicatos, Conselho Tutelar,
representantes de pais e alunos, professores, coordenadores educacionais,
representantes jurídicos de Casa Nova se reúnem nos dias 5 e 6 de maio para
avaliar e planejar a educação do município através do Plano de Ações
Articulados (PAR). De acordo com a Secretária de Educação, Alda Xavier, Casa
Nova aderiu ao PAR em 2007 e realizou um diagnóstico que observou as
deficiências do município na área educacional. “Ao identificarmos nossas
deficiências, desenvolvemos a partir de 2009 planos de ações para
corrigi-las e supera-las”, explica.

O Plano de Ação Articulada é um instrumento de planejamento do Ministério da
Educação (MEC) destinado ao desenvolvimento de ações conjuntas entre estado
e municípios e que resultem em melhorias efetivas da qualidade da educação.
“É um trabalho que requer um grande esforço de todos os técnicos. Temos que
pensar a educação como um eixo fundamental no desenvolvimento do município,
agregando valores à melhoria do ensino”, disse a secretária.

Segundo a coordenadora de Pólo do PAR, Valéria Saraiva, no momento da
assinatura do Termo de Adesão ao Plano de Metas Compromisso Todos pela
Educação, Casa Nova assumiu o compromisso de melhorar os indicadores
educacionais a partir do desenvolvimento de ações que possibilitem o
cumprimento das diretrizes estabelecidas no referido Termo de Adesão e
também o alcance das metas estabelecidas para o IDEB (Índice de
Desenvolvimento da Educação Básica). “O objetivo do encontro, em Casa Nova,
é fortalecer o desenvolvimento das ações previstas no PAR e oportunizar a
discussão acerca da importância do plano e de seus impactos na educação do
município”, destaca.

Alda Xavier fala que para promover a melhoria da qualidade da Educação
Básica oferecida no município, os agentes envolvidos no processo educacional
devem se propor a cumprir integralmente as ações propostas pelo PAR. “Em
parceria com o MEC, estabelecemos sistemas de acompanhamento e avaliação das
ações a serem desenvolvidas. Trabalhamos para promover a melhoria gradativa
dos resultados educacionais, nosso principal objetivo é contribuir para o
desenvolvimento de aprendizagens, habilidades e competências, atitudes e
valores necessários para a formação integral do aluno e para isso promovemos
capacitações para professores, realizamos uma série de ações voltadas
exclusivamente para o desenvolvimento educacional de nossos discentes”.

Para Valéria Saraiva o PAR é uma das mais sofisticadas ferramentas de gestão
de recursos públicos do Brasil. “A ferramenta articula as responsabilidades
do município, Estado e União na viabilização das ações. É também uma
importante ferramenta de gestão, pois aponta ao gestor municipal as áreas
mais frágeis do sistema”, esclarece.

A partir do diagnóstico levantado pelo PAR, a equipe técnica local (composta
pelo dirigente municipal de educação, técnicos da secretaria municipal de
educação e representantes dos diretores de escola, dos professores da zona
urbana e da zona rural, dos coordenadores ou supervisores escolares, do
quadro técnico-administrativo das escolas, dos Conselhos Escolares planeja e
desenvolve um conjunto coerente de ações, sistematizadas no PAR.

Texto:
Lidiane Cavalcante – Ascom/PMCN

About Soluções em publicidade Ascom