Estudantes criam prótese com materiais recicláveis em Uauá – (BA) para facilitar vida de trabalhadores que sofrem com acidentes

Em solidariedade às dificuldades vividas por trabalhadores acidentados, um grupo de estudantes do Colégio Estadual Nossa Senhora Auxiliadora se mobilizou e, a partir de materiais recicláveis, criaram o projeto “Prótese Versátil”, um dos finalistas do Desafio Criativos da Escola de 2017.

A iniciativa dos estudantes começou a surgir a partir do momento em que um vizinho de aluno sofreu um acidente e perdeu o braço direito. O jovem acompanhou de perto os percalços do homem e percebeu que a falta de recursos e os altos valores das próteses convencionais, eram muitos altos, algo incompatível com a renda do trabalhador rural.

Ao compartilhar a situação com outros colegas, um grupo de se reuniu e juntos, perceberam que poderia fazer algo que pudesse de forma simples, ajudar a tornar a vida de pessoas que tem problemas de locomoção e outros, oriundos de acidentes, com criatividade, mudar essa realidade. E assim, peças de calças jeans usadas, garrafas pets e tubos de PVC passaram de itens recicláveis a matérias primas para a construção de protótipos de próteses para esses moradores amputados.

Apesar de simples a “Prótese Versátil” produzida com itens de baixo custo, os modelos criados pelos jovens funcionam tão bem quanto as próteses industriais, segundo os voluntários que usam os itens. Eles afirmam, inclusive, que a versão estudantil é de adaptação mais fácil por ser mais leve e proporciona melhor mobilidade para a realização de movimentos como segurar um copo ou escrever.

O Projeto foi vencedor da feira de ciências do colégio, alçando a participação dos estudantes na Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (Feciba). Agora, os jovens pretendem investir na estética dos objetos e em parcerias com centros de pesquisa para melhorar os movimentos das peças. Também buscam apoio para conseguir uma máquina de corte a lazer para aumentar, assim, a produção das próteses e atender mais trabalhadores da zona rural.

 

Adailton Santana

RADIALISTA Formação Locutor-Apresentador- Radialista profissional diplomado pela Residência Educação, em parceria com o MEC, no âmbito do PRONATEC - Alagõas, é experiente na área de Comunicação e Segmentação Editorial em sites, blogs, Tem experiencia em Apresentação de Cerimoniais. Concluiu o Curso de Especialização em Locutor-Apresentador, realizado pela Residência Educação, em parceria com o MEC em 2018 e obteve a certificação de um trabalho que já faz desde o ano de 2003, quando ingressou no Rádio. Com a realização de curso de capacitação ministrado pelo Imega Cursos e Entretenimento, em 2008.