Polícia Civil prende suspeito que deu seis versões sobre desaparecimento de menina

Corpo de menina desaparecida em Araçariguama é encontrado ao lado de patins (Foto: Divulgação/PM)

Corpo de menina desaparecida em Araçariguama é encontrado ao lado de patins (Foto: Divulgação/PM)

O corpo da adolescente Vitória Gabrielly Guimarães Vaz, de 12 anos, que desapareceu ao sair para andar de patins, em Araçariguama (SP), foi encontrado em uma estrada de terra, ao lado dos patins, no início da tarde deste sábado (16).

De acordo com a Polícia Militar, a equipe foi acionada pelo telefone 190 e seguiu para a Estrada de Aparecidinha, no bairro Caxambu, Zona Rural de Araçariguama, por volta de 13h. O local fica a cerca de 7 km de distância do ginásio de esportes da cidade, onde a menina foi vista pela última vez.

A Polícia Civil também confirmou que o corpo é de Vitória Gabrielly. Os pais da garota se deslocaram ao local para acompanhar o trabalho da polícia.

Ainda conforme a PM, a menina está com a mesma roupa que vestia no dia do desaparecimento. O corpo foi localizado em uma trilha, a cerca de 15 metros de distância do trecho onde passam veículos. As causas da morte ainda estão sendo investigadas.

Menina está desaparecida desde o dia 8 de junho em Araçariguama (SP) (Foto: TV TEM/Reprodução)

Menina está desaparecida desde o dia 8 de junho em Araçariguama (SP) (Foto: TV TEM/Reprodução)

A família de Vitória registrou o boletim de ocorrência no último sábado (9), informando que a menina havia saído de casa na sexta-feira (8), por volta de 13h30. Quando a mãe chegou em casa, no fim da tarde, não encontrou a garota.Ela foi vista pela última vez andando de patins perto do ginásio de esportes de Araçariguama, no bairro Vila Nova. Câmeras de segurança registraram o momento.

Câmeras de segurança flagram garota antes de desaparecer em Araçariguama

Câmeras de segurança flagram garota antes de desaparecer em Araçariguama

Principal suspeito

Na manhã deste sábado (16), a Polícia Civil confirmou a prisão do suspeito que apresentou seis versões diferentes sobre o desaparecimento da menina. A Justiça decretou a prisão temporáriado homem, que não teve a identidade divulgada, por cinco dias.

Para a polícia, o servente de pedreiro é a principal testemunha do caso, pois afirma que esteve com a garota na sexta-feira (8), quando ela foi vista pela última vez.

O rapaz preso chegou a apontar locais por onde a menina pode ter passado em Mairinque. De acordo com o delegado seccional Marcelo Carriel, ele disse ser usuário de drogas e revelou que esteve com a garota junto com um casal em um carro.

O delegado disse que a menina pode ter sido levada por engano. O homem afirmou que foi deixado em uma rua na volta para Mairinque, cidade onde mora, e que a menina seguiu com o casal no carro.

O casal também prestou esclarecimentos à polícia e teve o carro apreendido, mas foi liberado na quinta-feira (14).

Homem disse que esteve com Vitória Gabrielly dentro de um carro em Mairinque (Foto: Reprodução/TV TEM)Homem disse que esteve com Vitória Gabrielly dentro de um carro em Mairinque (Foto: Reprodução/TV TEM)

Homem disse que esteve com Vitória Gabrielly dentro de um carro em Mairinque (Foto: Reprodução/TV TEM)

Buscas duraram uma semana

As buscas pela menina Vitória Gabrielly duraram uma semana e mobilizaram moradores de Araçariguama e cidades vizinhas.

Equipes das Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal e Comando de Operações Especiais (COE) percorreram áreas de mata, foram até a Represa de Itupararanga.

Também foram feitas buscas em São Roque e em Mairinque, em locais apontados pelo suspeito que a menina poderia ter passado. Na quinta-feira (14), a polícia suspendeu as buscas temporariamente.

Buscas por adolescente desaparecida começaram em Araçariguama (Foto: TV TEM/Reprodução)

Buscas por adolescente desaparecida começaram em Araçariguama (Foto: TV TEM/Reprodução)

G1 Sorocaba e Jundiaí

Por G1 Sorocaba e Jundiaí

Polícia Civil prende suspeito que deu seis versões sobre desaparecimento de menina

Servente de pedreiro, que não teve a identidade divulgada, afirma que esteve com Vitória Gabrielly, de 12 anos. Buscas pela garota que sumiu em Araçariguama (SP) foram suspensas temporariamente.

Polícia Civil confirmou neste sábado (16) que prendeu o suspeito que apresentou seis versões diferentes sobre o desaparecimento da menina Vitória Gabrielly, de 12 anos, em Araçariguama (SP). A Justiça atendeu ao pedido da polícia e decretou a prisão temporária por cinco dias do homem, que não teve a identidade divulgada.

O local para onde o servente de pedreiro foi levado é mantido em sigilo. Para a polícia, ele é a principal testemunha do caso, pois afirma que esteve com a garota na sexta-feira (8), quando ela foi vista pela última vez.

A Justiça também pediu sigilo da investigação. O caso é investigado pela Delegacia de Araçariguama, com apoio da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Sorocaba, e o Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) da capital.

Antes de o caso ficar sob sigilo, o delegado titular da DIG, Acácio Leite, justificou o pedido de prisão. “É melhor para as investigações ter um suspeito preso do que solto, assim eles devem direcionar melhor as buscas”, explica Acácio Leite, delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais de Sorocaba, que participa do trabalho.

Homem disse que esteve com Vitória Gabrielly dentro de um carro em Mairinque (Foto: Reprodução/TV TEM)

Homem disse que esteve com Vitória Gabrielly dentro de um carro em Mairinque (Foto: Reprodução/TV TEM)

Investigação

O rapaz preso chegou a apontar locais por onde a menina pode ter passado em Mairinque, cidade a 20 quilômetros de distância. Depois de sete dias de buscas, a polícia já ouviu mais de 50 depoimentos distribuídos em várias linhas de investigação.

De acordo com informações divulgadas pelo delegado seccional Marcelo Carriel, o homem trabalha como servente de pedreiro, disse ser usuário de drogas e revelou que esteve com a garota junto com um casal em um carro.

O delegado não deu detalhes sobre a investigação, sem explicar como a menina foi parar dentro do veículo, mas diz que a menina pode ter sido levada por engano. O homem, que não teve a identidade divulgada, afirmou à polícia que foi deixado em uma rua na volta para Mairinque, cidade onde mora, e que a menina seguiu com o casal no carro.

“É uma das versões. É a versão principal, que não se sustenta muito também”, afirma Carriel.

Além do homem, um casal também prestou esclarecimentos à polícia e teve o carro apreendido. O casal foi liberado na noite desta quinta-feira (14).

Câmeras de segurança flagram garota antes de desaparecer em Araçariguama

Desaparecimento

Segundo o boletim de ocorrência, registrado no dia 9 de junho, a família informou à polícia que Vitória Gabrielly Guimarães Vaz saiu para andar de patins na sexta-feira (8), por volta de 13h30, perto de um ginásio que fica no bairro onde mora, na Vila Nova.

Ao chegar em casa no fim da tarde, a mãe não encontrou a garota. Ao procurar na casa da tia, onde ela tem costume de ir, a mãe soube que não estava lá, segundo o B.O.

Durante sete dias foram feitas buscas em matas e na Represa de Itupararanga, inclusive com a ajuda de cães farejadores, equipes dos bombeiros e do Comando de Operações Especiais (COE).

Adailton Santana

RADIALISTA Formação Locutor-Apresentador- Radialista profissional diplomado pela Residência Educação, em parceria com o MEC, no âmbito do PRONATEC - Alagõas, é experiente na área de Comunicação e Segmentação Editorial em sites, blogs, Tem experiencia em Apresentação de Cerimoniais. Concluiu o Curso de Especialização em Locutor-Apresentador, realizado pela Residência Educação, em parceria com o MEC em 2018 e obteve a certificação de um trabalho que já faz desde o ano de 2003, quando ingressou no Rádio. Com a realização de curso de capacitação ministrado pelo Imega Cursos e Entretenimento, em 2008.

Após uma denúncia pelo 190, a Polícia Militar localizou o corpo de Vitória Gabrielly Guimarães Vaz, de 12 anos, em uma estrada de terra, no bairro Caxambu, em Araçariguama (SP). Suspeito que deu seis versões sobre o caso está preso temporariamente.
Após uma denúncia pelo 190, a Polícia Militar localizou o corpo de Vitória Gabrielly Guimarães Vaz, de 12 anos, em uma estrada de terra, no bairro Caxambu, em Araçariguama (SP). Suspeito que deu seis versões sobre o caso está preso temporariamente.