Um laudo apontou que as nove vacas leiteiras mortas de forma misteriosa em uma fazenda localizada numa fazenda próximo ao Bairro Dom José Rodrigues, em Juazeiro (BA), em dezembro de 2017, foram envenenadas. O caso é investigado pela Polícia Civil, que ainda não informou se algum suspeito foi identificado.

O resultado do laudo foi divulgado após amostras de sangue e das vísceras dos animais serem colhidas por um fiscal e um veterinário da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) e encaminhadas para laboratórios de Salvador e Belo Horizonte (MG).

Conforme o órgão, três tipos diferentes de venenos foram encontrados nas vacas mortas na fazenda. “Foram encontradas iscas usadas no combate de roedores, de ratos, e substâncias usadas tanto para o controle de ectoparasitas em animais quanto em plantações. Foram encontrados também mercúrio e chumbo“, disse o fiscal da Adab, José Arnaldo Silva.

Em entrevista à TV São Francisco, a proprietária dos animais mortos, Pércida Silva, diz que ainda não se recuperou do prejuízo. Ela criava 19 vacas leiteiras e, dessas, nove foram encontradas agonizando no dia 25 de dezembro. “O que me chocou mesmo, depois de tudo, de ver a dor e o sofrimento dos animais, foi ver o resultado essa semana que me fez deparar com essa atrocidade“, conta. (foto/reprodução TV São Francisco)