A Secretaria Municipal de Saúde de Barreiras, através da Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF) disponibilizará dois frascos de repelentes por mês para cada gestante nas unidades de saúde do município. Os produtos serão distribuídos tanto na zona urbana como na rural. Para receber os repelentes as gestantes deverão portar um documento oficial de identificação com foto, CPF, cartão do titular do Bolsa Família (obrigatórios) e a Caderneta da Gestante (caso possua), além do Número de Identificação Social (NIS). Os produtos combatem o Aedes Aegypti, pernilongos e outros mosquitos que também transmitem doenças. De acordo com o quantitativo previsto pelo Ministério da Saúde, foram distribuídos na Bahia, mais de 120 mil repelentes, cuja substância ativa oferece proteção contra insetos como o Aedes Aegypti, Culex e Anopheles Aquasalis de até 10 horas. Em Barreiras, a proteção contra o mosquito Aedes Aegypti e de outros insetos é realizado também pelo Centro de Controle de Zoonoses do município, que em 2017 realizou 38 mutirões, com o objetivo de combater o mosquito que transmite além da dengue, a chikungunya  e a zica. A parte educativa é realizada com palestras e em visitas domiciliares através dos agentes de endemias, onde é feito vistorias e entregue panfletos informativos. “Esses repelentes é mais uma ação preventiva contra esse mosquito transmissor de várias doenças, as gestantes tem o direito de receber dois frascos do repelente. São mais de seis mil repelentes, o procedimento para receber esse produto é simples, basta participar do programa Bolsa Família, procurar uma unidade de saúde munida dos documentos necessários e retirar o produto”, explica Clécio Ribeiro, Coordenador da Assistência Farmacêutica. Apesar da medida preventiva, o município não faz parte dos selecionados para participarem da campanha de vacinação contra a Febre Amarela que começa nesta segunda-feira (16) (leia aqui).