A Câmara de Vereadores do Município de Jaguarari realizará sessão extraordinária nesta quarta-feira (24) para apreciar matérias do executivo, aonde o prefeito, Everton Rocha, solicita o afastamento de dois membros da Comissão processante que investiga possível irregularidade na gestão Rocha (empresa contratada pelo município teria efetuado pagamento sem que veículo locado tivesse prestado serviço).

O prefeito solicita o afastamento dos vereadores, Josimar Zuza (Presidente da Comissão), e do vereador, Franco Melo(Relator da Comissão).

Segundo Everton Rocha, além dos vereadores serem adversários políticos, aonde a intenção não seria apurar os fatos, mas sim, lhe afastar do cargo de prefeito, os vereadores não estariam sendo imparciais, quando na votação das duas denúncias contra o gestor os vereadores acataram, já as denúncias contra o presidente da Câmara, Márcio Gomes, os vereadores votaram pelo arquivamento “Quero que a casa apure, investigue, mas de forma imparcial. Como pode o presidente da Câmara ser acusado de contratar e pagar funcionários fantasmas, e eles optarem pelo arquivamento de uma denúncia dessa? Então eles estão usando dois pesos e duas medidas” lamentou o prefeito. (Ivan Silva)