Barreiras: Aluno agride com tapas e socos professora e secretária de escola estadual

Um aluno de Barreiras, município do oeste da Bahia, agrediu nesta quarta-feira (24) a diretora e a secretaria do Colégio Estadual Duque de Caxias com tapas e socos. O estudante teria se revoltado depois que teve a renovação da matrícula recusada pela instituição de ensino. As funcionária da escola afirmaram que a medida foi tomada porque o estudante já tinha se comportado de forma agressiva outras vezes. A diretora Iliege Viana declarou ao G1 que levou um tapa no rosto, além de ter sido agredida verbalmente pelo estudante que não teve a identidade divulgada. “Ele proferiu palavras de baixo calão a meu respeito. Ele veio dando empurrões e desferiu um tapa no meu rosto”, relatou. Já Ivanilze Araújo, que é secretária, diz ter levado um soco no rosto, além de ser alvo de agressões verbais. “Me agredia verbalmente. Tinha sido até suspenso. E ele vinha sempre me agredindo”, destacou. As duas registraram um boletim de ocorrência contra o estudante no Complexo Policial de Barreiras e, em seguida, fizeram exames de corpo de delito. A direção do Núcleo Territorial da Educação da região de Barreiras disse que está chamando a família do aluno para conversar e decidir que medidas serão tomadas. A secretária de educação do município de Barreiras, Cátia Alencar,  manifestou repúdio a violência física sofrida pelas colegas. Em nota, Alencar apontou como “inadmissível que qualquer profissional, especialmente os professores que têm a missão de ensinar e formar cidadãos, sejam atacados de forma covarde e violenta por aqueles que deveriam respeitar e valorizar os educadores”. “Sentimos muito o ocorrido, e manifestamos a Iliege, nossa solidariedade e disposição de ajuda