O vereador Jerônimo de Oséas (PP) apresentou, na Sessão da Câmara de Vereadores de Uauá, nesta quarta-feira (13), Moção de Aplausos ao ex-presidente da Casa Jairo Rocha Costa, pelos serviços prestados na presidência da Casa nos anos de  2013 a 2016. A Moção foi aprovada por unanimidade, em Sessão Ordinária realizada na manhã de ontem. O ex-vereador foi aclamados pelos edis.

Jairo Rocha Costa, que  teve suas contas aprovadas no exercício dos anos de 2013,2014,2015 e 2016 e se torna o primeiro gestor público do município a não ter durante sua condução a frente dos recursos do poder legislativo problemas com a justiça e com o Tribunal de Contas do municípios – TCM.

Para o mentor da Moção, Jerônimo de Oséas, reconhecer o trabalho de cada um se faz necessário e que a população tenha conhecimento que Jairo Rocha é o primeiro gestor do município a ter todas as suas contas aprovadas e que não tem nenhum processo na justiça movido contra ele. “Foi um presidente que sempre procurou  harmonia muito grande nesta Casa com os parlamentares, com a gestão passada, até mesmo chamando a gestão para a mesa redonda para se resolver os problemas do município… .”. Pontuou.

Jairo Rocha agradeceu ao ex-colega de Câmara,  Jerônimo de Oséas, antes mesmo de esta indicação ser “discutida” na Sessão da Câmara, quando participava de uma entrevista na Rádio Luz do Sertão FM, no programa do radialista Adailton Santana na terça-feira (12).

Rocha demostrou sua alegria com o trabalho prestado a comunidade expressando que deu sua parcela de contribuição para o legislativo. O mesmo ostentou sua alegria em ter conseguido cravar seu nome na história da cidade onde nasceu de forma positiva deixando uma marca que é possível gerenciar os recursos públicos com responsabilidade e equilíbrio afirmando que os agentes políticos precisão unir forças para tirar o município de Uauá da lista vermelha de rejeição de contas pelo TCM.

Ainda esta semana, no entertício de quarta para quinta-feira Uauá recebeu mais uma triste notícia. As contas do ex-gestor Olímpio Cardoso Filho foram reprovadas pelo TCM  e o ex-prefeito terá que devolver aos cofres públicos quase 1 milhão de reais e pagar quase 100 mil reais de multa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Captcha Captcha Reload