É nordestina a Miss Brasil 2017

Piauiense foi escolhida por 5 votos contra 1dos jurados para representar o Brasil no Miss Universo. 

Não me reconhecia como negra, diz Miss Pauí

Monalysa Alcântara fala sobre preconceito e como passou a se aceitar após a adolescência

Monalysa tem 18 anos e está na disputa pela coroaFoto: Maristela Colucci


Aos 5 anos, ela perdeu o pai em um acidente de carro e viu sua vida mudar completamente. “Venho de uma família bem humilde, mas meu pai conseguiu conquistar as coisas com estudo e muito trabalho. Quando ele morreu eu perdi toda a minha referência e minha vida mudou completamente. Perdemos nossa casa, tive de sair da escolar particular e ir para uma pública, passei a morar na casa da minha vó com mais sete pessoas e dividia a cama com um monte de gente. A gente falava que era a casa dos desabrigados”, recordou.

Filha de uma mãe loira, de cabelos lisos, ela não admitia o tom da sua pele. “Quando somos novas, sentimos necessidade de ter um espelho e eu não tinha porque minha mãe era diferente de mim fisicamente. Não me achava bonita, não me reconhecia como negra. Eu dizia que era morena, parda, qualquer coisa, menos negra, que é aquilo que eu realmente sou”, disse. 

Mas, na adolescência, as coisas começaram a mudar. “Surgiu uma força dentro de mim de não querer me enquadrar naquilo que eu não era. Só que você não amanhece se amando, é um processo. Você começa a se aceitar, a se permitir e vai se aceitando aos poucos. Uma das primeiras coisas que fiz foi deixar meu cabelo natural. Só que primeiro eu mudei muito por dentro para depois mudar por fora. Hoje eu acredito tanto na minha beleza que eu posso ter o cabelo crespo, liso, posso não ter cabelo que eu vou continuar me achando bonita, porque eu aprendi a me aceitar do jeito que eu sou”, finalizou.

Adailton Santana

RADIALISTA Formação Locutor-Apresentador- Radialista profissional diplomado pela Residência Educação, em parceria com o MEC, no âmbito do PRONATEC - Alagõas, é experiente na área de Comunicação e Segmentação Editorial em sites, blogs, Tem experiencia em Apresentação de Cerimoniais. Concluiu o Curso de Especialização em Locutor-Apresentador, realizado pela Residência Educação, em parceria com o MEC em 2018 e obteve a certificação de um trabalho que já faz desde o ano de 2003, quando ingressou no Rádio. Com a realização de curso de capacitação ministrado pelo Imega Cursos e Entretenimento, em 2008.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Captcha Captcha Reload