Em sessão conturbada, que seria solene, Câmara de vereadores retomou os trabalhos do legislativo no segundo semestre

A Câmara de Vereadores de Uauá iniciou na última quarta-feira (02), os trabalhos do segundo semestre do Legislativo, após recesso parlamentar.   O que seria uma Sessão Solene para a retomada dos trabalhos do Poder Legislativo após recesso parlamentar, no segundo semestre, se transformou em um debate acalorado entre os edis e, desrespeitando o regimento […]

A Câmara de Vereadores de Uauá iniciou na última quarta-feira (02), os trabalhos do segundo semestre do Legislativo, após recesso parlamentar.

 

O que seria uma Sessão Solene para a retomada dos trabalhos do Poder Legislativo após recesso parlamentar, no segundo semestre, se transformou em um debate acalorado entre os edis e, desrespeitando o regimento interno, o presidente deu como aberta a Sessão da Câmara o que só ocorreria na próxima quarta-feira (09).

Ignorando a presença do prefeito municipal os edis iniciaram a fala criticando a gestão municipal e o discurso feito pelo gestor na Sessão Solene.

 

O vereador Rosevaldo Loiola até iniciou o seu discurso criticando a gestão municipal, mas, quando o vereador Emerson Morais pediu (“Questão de ordem”) e pediu compreensão dos colegas que se tratava de uma Sessão Solene, apenas para abertura dos trabalhos, foi passivo e respeitou o pedido, vindo a dar as boas vindas e deixando para outra Sessão os discursos críticos. Porém, não foi o que aconteceu com os demais vereadores.

O presidente da Casa, Rodrigo de Zé Mário, saindo dos padrões de discurso formal para a ocasião, fez uso da palavra para tecer críticas ao governo e defender sua legislatura frente aos trabalhos da casa o que foi rebatido pelo vereador Emerson Moraes que disse: “Tem que estudar pra sentar nessa cadeira aí de presidente”.

 

Genilson de Zé Gordo, por sua vez, passou a utilizar da palavra com duras críticas e discussões com o prefeito que se encontrava sentado ao lado da Tribuna, chegando a ser deselegante.

O vereador Jerônimo de Oséas, usando do tempo de fala foi enfático em afirmar que, assim como os colegas fugiram do tema solene, iria trazer denúncias, como o exemplo de um colega vereador que na gestão passada, a esposa que recebe bolsa família, trabalhava na Secretaria de Ação Social.

No retorno das atividades, os oradores inscritos restavam 02 para falar no momento em que o presidente em mais um quebra de decoro parlamentar deu por encerrada a sessão.

 

Durante o período dos serviços administrativos da Casa Legislativa funcionando normalmente, desde a semana passada, teremos ainda muitas discussões  nas sessões ordinárias, pode crer.

A sessão da última quarta-feira (02) iniciou-se às 09h10min, com transmissão GRATUITA ao vivo pela Rádio Luz do Sertão FM87, 9 MHz.

20170802_11144420170802_11062120170802_11060020170802_11054520170802_11045920170802_094426

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *