No dia do Trabalho, Sindsmu se reúne com servidores e entidades

Inicialmente, foi servido um café a manhã os sócios. Abrindo os trabalhos, o Presidente sauda a todos os presentes, desejando-lhes um feliz dia do trabalhador. Em seguida, versa sobre o plano de cargos e salários, que ao contrário dos que muitos pensam, essa bandeira não está parada, e na próxima Quinta-feira haverá uma reunião da […]

Inicialmente, foi servido um café a manhã os sócios.
Abrindo os trabalhos, o Presidente sauda a todos os presentes, desejando-lhes um feliz dia do trabalhador.
Em seguida, versa sobre o plano de cargos e salários, que ao contrário dos que muitos pensam, essa bandeira não está parada, e na próxima Quinta-feira haverá uma reunião da diretoria do sindicato com o chefe do poder executivo, exclusiva para esse assunto.

O presidente fala que brevemente a sede própria terá andamento na construção,
Sobre o Clube de lazer do servidor, como é do conhecimento, ano passado foi autorizado pelo prefeito Olimpinho o envio do projeto à Câmara, porém, a procuradoria daquela época fez vista grossa.
Mas, esse ano o pedido do sindicato foi reiterado e está aguardando o término dos trabalhos de uma comissão, para que findos os trabalhos, as solicitações possam ser atendidas.

O presidente fala da PEC 287, q trata da reforma da previdência, que se for aprovada, causará prejuízos irremediáveis aos trabalhadores como um todo, além de abrir brecha para o município alterar a legislação.

O presidente fala da Ação de Copredebtaos salários do ano de 2.000  que está oficialmente perdida, com o TRÂNSITO EM JULGADO determinado pelo STJ, vez que o sindicato impetrou ação em 29/12/2005, época em que a entidade ainda não possuía carta sindical. O correto, na época, segundo o presidente, era a assessoria jurídica ter orientado a impetrar individualmente. Embora tenha havido vitória na primeira instância, os tribunais superiores derrubaram a decisão local, alegando a inexistência de registro sindical, que passou a existir no ano de 2013.
A assembleia aprova a retomada do caso, de maneira administrativa.
O presidente faz a leitura da pauta reivindicatória e com aprovação da assembleia, atualiza a mesma.

A lei 59/92 (Estatuto do Servidor Público) precisa urgentemente ser alterado, e o SINDSMU vai abraçar essa causa.

O Presidente presidente apresenta as contas do exercício 2016 para deliberação, pautando que o Conselho fiscal deu parecer prévio pela aprovação, cabendo à Assembleia Geral decidir e a mesma, por UNANIMIDADE, opta pela APROVAÇÃO DAS REFERIDAS CONTAS.

O Presidente falou da necessidade de filiar-se a uma federação de servidores públicos, e a assembleia aprovou a alteração estatutária, assim como a filiação.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha Captcha Reload