"2016 não acabou para a oposição". Diz Lindomar Dantas.

Depois de um dia cansativo e bastante intenso, o perfeito Lindomar Dantas fez um desabafo em sua página em uma tede social. Confira nota: Estive no fórum hoje… E lá assisti ao inusitado: 2016 não acabou para a ‘oposição’. – De um lado, nós: Lindomar Dantas, João Alves, João Bosco, Dodôi, Jaime Santana e o […]

Depois de um dia cansativo e bastante intenso, o perfeito Lindomar Dantas fez um desabafo em sua página em uma tede social. Confira nota:
Estive no fórum hoje…
E lá assisti ao inusitado:
2016 não acabou para a ‘oposição’.
– De um lado, nós: Lindomar Dantas, João Alves, João Bosco, Dodôi, Jaime Santana e o pessoal do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), Edileide, Edna, Clécio e Seu Carlinhos. Além de nossos advogados, claro.
– Do outro lado, ‘articulados’ e ‘juntos’: Sílvio Romero e Coquinho, advogados Dr. Vinicius, Dr. Pedro Cordeiro e Dr. Pedro Peixinho, à serviço da Câmara Municipal e interesses de partidários dos ex-prefeitos Jorge Lobo e Olímpio Cardoso, bem como do presidente do legislativo local.
A eleição acabou. O que pretendem?
Não é cuidar de Uauá, lhes asseguro.
Uma derrota eleitoral retumbante e o freio na ambição de espíritos vaidosos e egoístas, revela trapaças e artifícios de quem busca eternizar-se no poder, tomando-o a qualquer custo e contra qualquer senso ético; e isto, claro, nos faz perceber a complexidade da política.
Nesse ambiente, portanto, a caravana da nova administração avança, sob a minha liderança, colocando em cada detalhe da vida pública a força da mudança possível. Afinal, em meio às armações e ciladas de ontem e hoje, Uauá seguirá firmando-se num patamar diferenciado de sua evolução social, política, cultural e administrativa. Esta será uma das minhas contribuições para esta terra!!!
Já perdi uma eleição.
Respeitei a vontade da maioria.
Pude reposicionar os meus sonhos.
Com trabalho, parceria e voto, cheguei.
Uma eleição de prefeito se vence na planície, não nos porões da política, com artifícios vis e ciladas jurídicas de quem vive da ‘lei’ do menor esforço, do oportunismo e da baixa produtividade pública. Se conhece a árvore por seus frutos, ensina a sabedoria popular!!!
Assim, quer ser prefeito? Entre na fila. Talvez sua hora chegue… E a receita é bem simples: voto e confiança popular, parceria, humildade e respeito sempre.
#HojeFoiTodosContraCrisEpisódioUm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha Captcha Reload