Constesf capacita mais de 100 famílias para receberem cisternas de consumo humano em Juazeiro

Mais de 100 famílias de Juazeiro foram capacitadas nesta quarta-feira (18) para receberem cisternas de consumo humano, através do Projeto Cisternas, do Consórcio Sustentável do Território do São Francisco (Constesf), em parceria com o Centro de Assessoria do Assuruá (CAA). O curso tem o objetivo de orientar os beneficiários sobre o uso e manutenção da tecnologia de convivência com o semiárido.
A cisterna de consumo humano tem a capacidade de armazenar até 16 mil litros de água e é uma importante ferramenta para o acesso à água de qualidade, através da captação de água de chuva. De acordo com o coordenador de campo do projeto, Mauro Macêdo, somente em Juazeiro o Constesf já concluiu cerca de 150 tecnologias, entre barreiros, cisternas de consumo humano e de enxurrada. “As tecnologias que já entregamos já estão sendo utilizadas pelas famílias das comunidades rurais. Agora estamos capacitando essas famílias, pois iremos construir mais 111 cisternas de consumo humano que irão beneficiar ainda mais pessoas”, declarou.
O Projeto Cisternas já entregou tecnologias sociais de convivência com o semiárido em todo o Território do São Francisco em 2015 e 2016. Agora, na gestão do novo presidente, Genário Rabelo, prefeito de Canudos, o Constesf continuará beneficiando mais famílias e alcançando mais comunidades rurais nos 10 municípios do Território.
Além das famílias beneficiadas, a capacitação contou com as presenças do diretor de projetos do Constesf, Frank Chaves, técnicos do CAA, vereadores e do Prefeito de Juazeiro, Paulo Bonfim. 
ASCOM CONSTESF

Adailton Santana

RADIALISTA Formação Locutor-Apresentador- Radialista profissional diplomado pela Residência Educação, em parceria com o MEC, no âmbito do PRONATEC - Alagõas, é experiente na área de Comunicação e Segmentação Editorial em sites, blogs, Tem experiencia em Apresentação de Cerimoniais. Concluiu o Curso de Especialização em Locutor-Apresentador, realizado pela Residência Educação, em parceria com o MEC em 2018 e obteve a certificação de um trabalho que já faz desde o ano de 2003, quando ingressou no Rádio. Com a realização de curso de capacitação ministrado pelo Imega Cursos e Entretenimento, em 2008.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Captcha Captcha Reload