Presente de fim de ano: Gestor não paga o 13º salário e o salário do mês de dezembro de alguns servidores municipais.

O mal velhinho?  Ao que sabemos, no primeiro dia de trabalho da nova Gestão em Uauá, não será fácil.A cidade está um caos. Servidores sem receber salários, falta de atenção aos munícipes, de um gestor que resistiu aos seus mais infiéis correligionários que só queriam ver seu fim… E assim, se foi o término de […]
O mal velhinho?  Ao que sabemos, no primeiro dia de trabalho da nova Gestão em Uauá, não será fácil.A cidade está um caos. Servidores sem receber salários, falta de atenção aos munícipes, de um gestor que resistiu aos seus mais infiéis correligionários que só queriam ver seu fim… E assim, se foi o término de uma gestão, desastrosa e atrasada, em 4 anos, de velho e arcaico estilo Olímpio Cardoso Filho de governar. 
Falta de respeito aos funcionários públicos e moradores da terra de Pirinampus, resistente em em meios as cinzas. Segundo informações, o atual gestor ainda não efetuou o pagamento do 13º salário e em outros casos, até mesmo o salário referente ao mês de dezembro de alguns servidores municipais. É um Natal sem ter muito o que festejar. A não ser, os encontros entre famílias que se solidarizam e confraternizam a vivencia nesta data peculiar.   
Não contente em  desrespeitar e constranger os servidores do município durante seu Mandato, nas diversas vezes em que deixou de realizar o pagamento dos seus salários no prazo estipulado em lei, o “bom velhinho” resolveu terminar sua administração, em 2016, pior de quando iniciou… O prefeito, sem investir em ao menos uma “mensagem gravada, produzida e/ou editada e ilustrada por profissionais”, vem dando um presente e tanto para os que acreditaram na farsa da mudança e no resgate de alguma história.Sem motivos de comemorar. É o que os uauaenses estão vendo na cidade em que vive ou visita nas ocasiões  festivas. Esgoto a céu aberto, transito sendo disputado por animais, matagal que se robusta nas ruas da cidade sendo devastados por jumentos, porcos e cavalos. 
O que resta aos vaga-lumes que dormem, acordar do pesadelo e viver  o sonho de renascimento a partir de janeiro de 2017 com uma nova gestão que se inicia,e por enquanto, como de costume, terminar o ano na cor do gorrinho do papai noel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *