Agricultores familiares já comemoram regularização de suas terras

Propriedades rurais de Uauá, Juazeiro, Sobradinho e Canudos já estão recebendo as medições do Projeto de Regularização Fundiária executado pelo Consórcio Sustentável do Território do São Francisco (Constesf). A primeira etapa do projeto, o pedido da titulação da terra através de cadastramento junto à equipe do Constesf, já foi concluída nos dez municípios do nosso […]
Propriedades rurais de Uauá, Juazeiro, Sobradinho e Canudos já estão recebendo as medições do Projeto de Regularização Fundiária executado pelo Consórcio Sustentável do Território do São Francisco (Constesf). A primeira etapa do projeto, o pedido da titulação da terra através de cadastramento junto à equipe do Constesf, já foi concluída nos dez municípios do nosso Território e agora, quatro desses municípios já estão no processo de medição das terras para a emissão do título de posse de terra.
Dona Luzia Antunes, moradora da comunidade de Goiabeira II, no Salitre em Juazeiro, reconhece a importância do benefício. “Eu acho muito importante essa equipe chegar aqui e fazer esse trabalho por nós, porque a gente não tinha condições de pagar por isso então essa oportunidade foi muito importante. A gente sabe que o papel é muito importante e que um dia vamos precisar porque é um documento que comprova que a terra é nossa”, disse a agricultora.
As medições são realizadas em áreas de até 100 hectares. “Nossos técnicos vão até a propriedade, mantendo contato com o agricultor que solicitou no período de cadastramento que estivemos no município, e através de informações do proprietário, nossos técnicos medem a área demarcada. Posteriormente, esses dados são processados e verificados a sua validade para então ser emitido o título de posse de terra pela Coordenação de Desenvolvimento Agrário do Estado da Bahia”, explicou a coordenadora do projeto, Itala Damasceno.
A Regularização fundiária garante ao trabalhador rural o acesso a terra e a inserção nas políticas públicas dos governos estadual e federal, fortalecendo a agricultura familiar. Através de Convênio com a Coordenação de Desenvolvimento Agrário do Estado da Bahia, o Constesf entregará dois mil títulos de posse de terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha Captcha Reload