Caso Guilherme Yokoshiro: Ibametro acredita que acidente pode ter sido provocado por falha na rede de proteção

Na manhã desta sexta (11/03), durante palestra no l Congresso Baiano de Defesa do Consumidor, o Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), coordenador da Rede Consumo Seguro e Saúde – Bahia, tornou pública a tese que o acidente que vitimou o garoto Guilherme Yokoshiro pode ter sido provocado por falha ou desgaste na rede […]
Na manhã desta sexta (11/03), durante palestra no l Congresso Baiano de Defesa do Consumidor, o Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), coordenador da Rede Consumo Seguro e Saúde – Bahia, tornou pública a tese que o acidente que vitimou o garoto Guilherme Yokoshiro pode ter sido provocado por falha ou desgaste na rede de proteção instalada.
Para o diretor geral do Ibametro, Randerson Leal, falando para 300 estudantes, professores e especialistas em Defesa do Consumidor, o caso possui indícios fortes de que o produto não suportou o peso do garoto ao se projetar na rede. “Estamos aguardando a conclusão das investigações e o resultado do laudo pericial, mas logo após o ocorrido imediatamente realizamos vistoria no mercado de redes de proteção, onde encontramos fragilidades no aspecto segurança. Em reunião com 19 órgãos públicos que formam a Rede Consumo Seguro, decidimos já encaminhar ofício ao Inmetro para que esse produto passe por testes e seja obrigatório ter o selo do Inmetro”, informou Randerson.
Além desse caso, outros acidentes de Consumo ocorridos na Bahia foram apresentados. O órgão alerta aos consumidores da necessidade de registrar acidentes com produtos ou serviços, por meio do site www.ibametro.ba.gov.br.
O I Congresso Baiano de Defesa do Consumidor é organizado pelo Ministério Público e a ABDECON, no Othon Palace, encerrando suas palestras nesta sexta.
Fonte: Ascom Ibametro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha Captcha Reload