TCM ingressa representação contra o prefeito de Uauá

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) decidiu ingressar, em sessão nesta quarta-feira (23), com representação no Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra o prefeito de Uauá, Olímpio Cardoso Filho, por irregularidades cometidas em dispensas de licitação para contratos firmados entre os meses de janeiro e fevereiro de 2013, em cifras totais de R$ 2,8 […]

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) decidiu ingressar, em sessão nesta quarta-feira (23), com representação no Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra o prefeito de Uauá, Olímpio Cardoso Filho, por irregularidades cometidas em dispensas de licitação para contratos firmados entre os meses de janeiro e fevereiro de 2013, em cifras totais de R$ 2,8 milhões. O órgão ainda multou o gestor em R$ 20 mil. Segundo a Corte de Contas, apesar de justificar que os contratos foram selados em situações emergenciais, o que justificaria a dispensa de licitação, o prefeito não conseguiu comprovar as situações arguidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *