Campanha de água tem maior número de pontos registrados na BR-235/BA‏

Período chuvoso contribuiu para o aumento A sétima campanha de Monitoramento da Qualidade da Água teve o maior número de pontos coletados. Este mês foram 36 pontos, dos 46 pontos previamente demarcados ao longo da BR-235/BA. Na última ação, em outubro, foram 26 pontos coletados, e em janeiro do ano passado, 25 pontos. A atividade, […]

Período chuvoso contribuiu para o aumento

A sétima campanha de Monitoramento da Qualidade da Água teve o maior número de pontos coletados. Este mês foram 36 pontos, dos 46 pontos previamente demarcados ao longo da BR-235/BA. Na última ação, em outubro, foram 26 pontos coletados, e em janeiro do ano passado, 25 pontos.

A atividade, que é realizada trimestralmente desde julho de 2014, tem o objetivo de caracterizar a qualidade da água com enfoque físico, químico e biológico, dos principais rios da região; obtenção do Índice de Qualidade da Água (IQA) para cada ponto amostrado, além da avaliação do impacto das obras na qualidade dos recursos hídricos.

O número de pontos coletados este ano foi maior por conta do período chuvoso. Esta foi a campanha com maior registro no lote 4 (Uauá à Pinhões), com 6 pontos coletados, e no lote 5 (Pinhões à Juazeiro) foram 17 pontos. Nos dois primeiros lotes a contagem de pontos se manteve. Nos lotes 1 (Divisa BA/Sergipe à Jeremoabo) foram 8 pontos, e cinco pontos no lote 2 (Jeremoabo à Canché),
Em campo, no momento das coletas, foram utilizados dois equipamentos que analisam cinco variáveis de qualidade da água, sendo eles: Turbidímetro – que indica a presença de partículas em suspensão na água; e a Sonda Multiparamétrica – que faz as análises de pH (expressa o grau de acidez da água); oxigênio dissolvido – detecta o lançamento de poluentes orgânicos e a condutividade elétrica – utilizada para verificar a salinidade da água. Além dessas, outras 16 variáveis são analisadas em laboratório.
Para o engenheiro ambiental, Eduardo Couto a avaliação de todos esses resultados, inclusive comparados com as campanhas anteriores, permite identificar fatores que de alguma forma prejodique a qualidade da água nos corpos hídricos da região.
A Campanha de Monitoramento de Qualidade da Água é uma atividade da Gestão Ambiental da BR-235/BA, executada pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). O projeto de Implantação e Pavimentação da rodovia baiana conta com 283,3 quilômetros em obra e representa um investimento na ordem de R$ 420 milhões. A obra está sendo executada desde o primeiro semestre de 2014 pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). 
Fonte: Gestão Ambiental da BR-235/BA – www.br235.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *