Jaques Wagner diz que ‘quem banca’ a política econômica do país é Dilma

Em meio a rumores sobre a possível saída de Joaquim Levy do Ministério da Fazenda, o ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, afirmou nesta sexta-feira (18) que “quem banca” a política econômica do país é a presidente Dilma Rousseff. Nos últimos dias, voltou a ganhar força a possível saída de Levy do governo. Na última […]
Em meio a rumores sobre a possível saída de Joaquim Levy do Ministério da Fazenda, o ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, afirmou nesta sexta-feira (18) que “quem banca” a política econômica do país é a presidente Dilma Rousseff.
Nos últimos dias, voltou a ganhar força a possível saída de Levy do governo. Na última terça (15), a presidente Dilma enviou ao Congresso uma proposta para reduzir a meta de superávit primário (economia para pagar os juros da dívida) de 2016 para 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB),contrariando a proposta de Levy de uma meta de 0,7%.
Nesta quinta (17), na última reunião do ano do Conselho Monetário Nacional (CMN), de acordo com o jornal “O Globo”, Levy teria feito uma espécie de discurso de despedida, indicando que não estará no próximo encontro do colegiado, que ocorrerá em janeiro.
Para Wagner, a escolha do perfil de um possível novo ministro deve ser da presidente Dilma. Ele, porém, disse não gostar da separação entre perfil técnico e perfil político.
Segundo o Blog, diante da dificuldade para atrair alguém de fora para o governo, a opção do Planalto poderia ser uma “solução doméstica”: o deslocamento do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, para a Fazenda; e no Planejamento, um nome político, como o do senador Romero Jucá (PMDB-RR).
Outros nomes cotados para pasta são os do ministro do Desenvolvimento, Armando Monteiro e o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini.
O ministro Joaquim Levy, durante café da manhã com jornalistas nesta sexta-feira (18) (Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *