CNJ investiga Eserval por absolvição, em tempo recorde, do filho após matar um homem

O presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), desembargador Eserval Rocha será investigado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por suposta influência no processo criminal em que o filho dele, Eserval Rocha Junior, é acusado de matar um homem em um acidente de trânsito no dia 16 de junho de 2013.  O pedido de […]

O presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), desembargador Eserval Rocha será investigado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por suposta influência no processo criminal em que o filho dele, Eserval Rocha Junior, é acusado de matar um homem em um acidente de trânsito no dia 16 de junho de 2013. 

O pedido de investigação foi feito pelo Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário da Bahia (Sinpojud) e foi acatado pela corregedora nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi.
Mais no BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *