Os
animais estavam soltos na rodovia e apresentavam risco de acidente.
Foi preciso uma equipe de 10 pessoas
para capturar, nesta terça-feira (24), equinos e jumentos, como são conhecidos
popularmente na região norte da Bahia o Equus
asinus
, na BR-235/BA. A ação foi realizada mais precisamente no município
de Jeremoabo, por onde passa o Lote 2 da rodovia, que está em obra desde o primeiro
semestre de 2014 pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes
(DNIT). A apreensão tem como objetivo evitar acidentes envolvendo animais e
veículos na estrada.
Foram 54 jumentos apreendidos, além de
dois cavalos e uma égua. A população que vive às margens da BR-235/BA apoiou a
campanha e se mobilizou para a captura dos animais. “Nessa semana passada um
colega quebrou a frente do carro porque bateu em um jumento aqui na pista. Os
donos não prendem os animais e fica esse risco para todos que passam pela
estrada”, reclama o morador do povoado de Água Branca que se identificou como
Jair e ajudou a equipe a capturar dois jumentos.
A campanha é uma parceria entre a
Gestão Ambiental da BR-235/BA, executada pela Universidade Federal de Viçosa (UFV)
e a Polícia Rodoviária Federal de Paulo Afonso (PRF). E também contou com o
apoio da construtora Top Engenharia, responsável pela obra nos 77,60
quilômetros de estrada percorridos pela equipe.
“A ação foi motivada pelo grande
número de animais, como jumentos e bovinos, encontrados na pista. Esses animais
são retirados da pista, muitas das vezes de situação de abandono, e levados
para currais estruturados”, ressalta Márcio Fernandes, supervisor
ambiental do Lote 2.
Os equinos capturados foram encaminhados
ao curral da PRF de Paulo Afonso. Já os jumentos foram levados para a Fazenda
Serra Branca, que fica no município de Jeremoabo. Para a devolução do animal, o
proprietário terá que entrar com um pedido junto à PRF para pagamento de multa.
“Essa destinação diferenciada dos
animais é por conta do risco dos seus donos invadirem os currais para onde os
bichos foram levados e captura-los a todo custo. Como os jumentos geralmente
não tem dono, podemos deixar num ambiente natural devidamente cercado, na
própria região, sem preocupação de invasão. Já os equinos e bovinos, que têm
valor maior, temos que levar para o curral com estrutura mais segura”, conta o
agente da PRF, Cristiano Santana.
Esta foi a segunda campanha de
retirada de animais na BR-235/BA. Em agosto, foram 20 animais recolhidos entre
jumentos, equinos e bovinos neste mesmo trecho entre Jeremoabo e Canché. Antes
da captura dos bichos, a equipe da UFV foi a campo realizar uma ação educativa
com os proprietários rurais para instruir sobre medidas que podem ser adotadas
para evitar que o animal fuja e cause acidentes.
A intenção é que a campanha volte a
ser realizada na BR-235/BA, incluindo os outros Lotes em obra: Lote 1 (Divisa
da BA/SE até Jeremoabo), Lote 4 (Uauá até Pinhões) e Lote 5 (Pinhões até Juazeiro).
Fonte: Gestão Ambiental da BR-235/BA –
www.br235.com.br

Responder

Captcha Captcha Reload