Levantamento mostra que um terço do Conselho de Ética é alvo de inquéritos

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Dos 21 deputados que compõem o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, sete são alvo de ações do Supremo Tribunal Federal (STF), segundo levantamento feito pelo jornal Estado de S. Paulo. Entre estes, três já respondem como réus a ações penais após denúncia formal. Fausto Pinato (PRB-SP) é acusado por falso testemunho em processo que subiu para o STF após sua eleição, enquanto Wladimir Costa (SD-PA) supostamente nomeou funcionários fantasma na Câmara. Já Washington Reis (PMDB-RJ) é réu por crime ambiental. Os três negam as acusações. Reis ainda é investigado em mais três inquéritos por suposto envolvimento em esquema de fraudes de licitações. “Se você for prefeito de uma cidade de mil habitantes, vai responder a responder a 50 inquéritos no Brasil. Isso não quer dizer nada, eu sou o político mais arrumado do mundo”, defendeu-se. Os procedimentos podem influenciar em um eventual processo de cassação do mandato do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para definição do nome de um relator. Se cassado, o peemedebista perde foro privilegiado e poderá responder em ação na primeira instância, conduzida pelo juiz federal Sérgio Moro. Um dos principais opositores de Cunha na Comissão de Ética, o deputado Júlio Delgado (PSB-MG) também é suspeito de fazer parte do esquema investigado na Operação Lava Jato. Ainda assim, ele acredita que o processo não terá resultados significativos. “Tenho plena convicção que a investigação que eu respondo não vai dar em nada”, garantiu.

Adailton Santana

RADIALISTA Formação Locutor-Apresentador- Radialista profissional diplomado pela Residência Educação, em parceria com o MEC, no âmbito do PRONATEC - Alagõas, é experiente na área de Comunicação e Segmentação Editorial em sites, blogs, Tem experiencia em Apresentação de Cerimoniais. Concluiu o Curso de Especialização em Locutor-Apresentador, realizado pela Residência Educação, em parceria com o MEC em 2018 e obteve a certificação de um trabalho que já faz desde o ano de 2003, quando ingressou no Rádio. Com a realização de curso de capacitação ministrado pelo Imega Cursos e Entretenimento, em 2008.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Captcha Captcha Reload