A Comunicação em Rádio

A comunicação em rádio
• Transmissão e recepção instantâneas e simultâneas (quando eu estou falando
numa rádio alguém pode me escutar na sua casa);
• A comunicação é de pouca duração (porque a mensagem não pode ser
guardada como num jornal impresso);
• É um sistema de custo relativamente baixo, tanto para o emissor quanto para
o receptor: a instalação de uma emissora de rádio é muito mais barata que
a de uma emissora de televisão (e um aparelho de rádio também custa bem
menos que um televisor);
• A recepção pode ser feita independente das condições ambientais existentes
(se o receptor estiver dirigindo, ou trabalhando, ou lavando roupa, pode
ouvir a rádio ao mesmo tempo);
• Possibilita boa interação com os receptores, seja por telefone, torpedos,
mensagens instantâneas ou correio eletrônico. No caso das rádios comunitárias,
pode ser uma excelente forma de aproximação com a audiência;
• A comunicação entre o emissor e o receptor acontece apenas por meio do
som, sem qualquer visualização (a rádio só trabalha com palavras, músicas,
ruídos, silêncios, sons diversos – não há um sistema de sinais para que o
receptor veja a mensagem como na TV e demais veículos).

Adailton Santana

RADIALISTA Formação Locutor-Apresentador- Radialista profissional diplomado pela Residência Educação, em parceria com o MEC, no âmbito do PRONATEC - Alagõas, é experiente na área de Comunicação e Segmentação Editorial em sites, blogs, Tem experiencia em Apresentação de Cerimoniais. Concluiu o Curso de Especialização em Locutor-Apresentador, realizado pela Residência Educação, em parceria com o MEC em 2018 e obteve a certificação de um trabalho que já faz desde o ano de 2003, quando ingressou no Rádio. Com a realização de curso de capacitação ministrado pelo Imega Cursos e Entretenimento, em 2008.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Captcha Captcha Reload